O conceito de celulares modulares habita o imaginário da galera fanática por tecnologia, que se delicia com a possibilidade de trocar livremente cada componente de seu dispositivo, deixando ele o mais próximo possível do seu próprio gosto – e necessidades. O projeto mais icônico do estilo não poderia deixar de ser cria da Google, o famoso Project Ara. Paul Eremenko, o chefão da empreitada, revelou recentemente detalhes de como os módulos para o aparelho da companhia serão vendidos, e a solução é bem interessante.

Durante uma conversa realizada em um evento na Purdue University, no começo deste mês, Eremenko revelou que a Google estima bastante o jeito como a Google Play foi moldada para o Android, permitindo que qualquer um trabalhando dentro dos parâmetros estabelecidos pela empresa possa criar seu próprio produto e publicar na plataforma. Sendo assim, eles pensaram “será que isso também pode ser feito com hardware?”, conta o diretor do Project Ara.

Baseado na loja de aplicativo da companhia, deve ser criada, então, algo nos moldes de um “Ara Module Market Place” (Mercado de Módulos Ara), em que qualquer um de posse do kit de desenvolvimento do dispositivo possa incluir o seu próprio projeto e vender diretamente aos consumidores. O público vai poder comprar, avaliar o item e deixar comentários na página do produto, assim como faz hoje na Google Play.

Tem para todo mundo!

Para o desenvolvedor, a Google espera criar uma nova geração de ferramentas de design que torna o trabalho de projetar uma peça de hardware algo mais próximo do que é feito com softwares, tornando o processo até 5x mais curto – reduzindo algo que leva quase dois anos para ficar pronto para alguns meros meses.

Já para o consumidor final, a empresa espera que sejam oferecidos todo o tipo de opções de peças, indo de mudanças na potência de seu processador e na qualidade da câmera, até alterações puramente cosméticas – para que o celular seja um reflexo da sua personalidade. “Você colocar a foto do seu gato na capa [do aparelho], e, se ele morrer, pode-se colocar a imagem do gato novo no lugar”, brinca Eremenko.

Você pode conferir o vídeo do longo bate-papo – apenas em inglês – neste link do YouTube. Enquanto o Project Ara não chega, ficamos só pensando na variedade de módulos que teremos à disposição e qual o tamanho do desfalque que o aparelho causará nas nossas carteiras.

Cupons de desconto TecMundo: