Se você já ouviu falar do Project Ara, sabe que se trata da proposta da Google para um smartphone modular. Entretanto, a grande novidade recentemente revelada é que será possível não apenas trocar as peças do aparelho, mas fazer isso enquanto ele estiver em pleno funcionamento, sem a necessidade de desativá-lo.

Paul Eremenko, responsável pelo projeto na Google ATAP, revelou nesta semana mais detalhes sobre o ARA, explicando que elementos como processador, câmera e dispositivo de armazenamento podem ser substituídos e atualizados por modelos mais potentes.

Além disso, exceto pela CPU e pela tela, qualquer peça pode ser mudada sem que o celular seja desligado — isso inclui momentos em que dados estejam em processamento, como durante a digitação de uma mensagem ou ligação.

Por isso, se você estiver tirando fotos e, de repente, precisar equipar uma câmera diferente, será possível realizar a mudança em poucos segundos. Eremenko disse também que a Google tem planos para uma loja online que venderá vários tipos de módulos diferentes, aumentando as possibilidades de customização dos smartphones.

Em breve

De acordo com as informações anunciadas nessa semana, o primeiro protótipo em funcionamento será exibido na segunda conferência para desenvolvedores do Ara, em dezembro deste ano. No vídeo abaixo, você assistir a todo o pronunciamento de Eremenko durante LCU14 (em inglês, sem legenda).

O projeto está sendo feito em colaboração com várias empresas como a Toshiba, Rockchip e Foxconn e usa uma versão modificada do Android L, desenvolvida em parceria com a Linaro. É esse sistema operacional que permite que as peças tenham a função hot swap. Se tudo der certo, o produto deve ser lançado já no início de 2015.

Cupons de desconto TecMundo: