Vistos por algumas pessoas como o futuro dos smartphones, os aparelhos com características modulares acabaram de perder um grande apoiador. Informações divulgadas com exclusividade pela Reuters indicam que a Google encerrou seus investimentos no Project Ara em uma tentativa de “simplificar os esforços de hardware da companhia”.

A notícia não surge como uma surpresa para quem estava acompanhando de perto o desenvolvimento do projeto, anunciado oficialmente em 2013. Após a data de lançamento inicial de 2015 não ser cumprida, a empresa voltou a adiar o primeiro aparelho da linha para 2017.

Na época do último adiamento, o time responsável pelo Project Ara afirmou que havia desistido de investir em peças totalmente modulares. Dessa forma, os aparelhos que seriam lançados pela equipe teriam CPU, GPU, antenas, sensores, bateria e display fixos, o que contradizia muito a ideia de oferecer uma solução realmente modular.

Segundo a Reuters, embora a Google não vá lançar o aguardado smartphone, ela considera licenciar suas tecnologias para que outras empresas as empreguem. Levando em consideração que o grande produto com características do tipo — o LG G5 — não fez muito sucesso, resta esperar para descobrir se alguma companhia do mundo da tecnologia ainda acredita ser viável investir em um gadget do tipo no momento atual.

Cupons de desconto TecMundo: