GeForce RTX 4080 e 4090 podem pesar também na conta de energia

1 min de leitura
Imagem de: GeForce RTX 4080 e 4090 podem pesar também na conta de energia
Imagem: Shutterstock

As novas placas topo de linha da Nvidia estão previstas para chegar até o final do ano e vazamentos sugerem que o consumo médio das RTX 4080 e 4090 pode ser de 600W. O valor é uma estimativa em cima do projeto térmico, mas pode pesar o suficiente para elevar algumas contas de energia.

O consumo esperado para as novas GPU arquitetura Ada Lovelace é quase o dobro dos já impressionantes 350W das GeForce RTX 3090. Evidente que a placa de vídeo sozinha não deve encarecer as contas no fim do mês, mas é comum placas entusiastas acompanharem setups com consumo elevado de maneira geral. Entretanto, essa estimativa, somada ao aumento do custo da energia elétrica no mundo todo, pode criar um impacto considerável para alguns usuários se não houver investimento em outras matrizes energéticas.

Segmento específico

Os dados sobre o consumo são de um vazamento da PCB das novas GeForce RTX 4080 e 4090, mas deixam de fora outros modelos da nova geração. O site que teve acesso às imagens optou por divulgar apenas uma representação da placa, mas contabilizou 24 conversores de voltagem, justificando o consumo elevado.

Projeto da PCB das RTX 4080 e 4090 apresenta 24 conversores de voltagemProjeto da PCB das RTX 4080 e 4090 apresenta 24 conversores de voltagemFonte:  igorsLAB 


Por se tratarem de placas topo de linha, e de uma geração que já será naturalmente mais cara, é bem provável que boa parte dos usuários desses modelos notem as diferenças no consumo de energia, mas que isso não represente necessariamente um problema. Já para quem vem pulando gerações e economizando para investir em uma placa realmente poderosa, talvez seja mais interessante mirar em alternativas menos exigentes, isso se os rumores se confirmarem.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.