Headset de AR da Apple tem 'poder de Mac' e deve chegar em 2022

1 min de leitura
Imagem de: Headset de AR da Apple tem 'poder de Mac' e deve chegar em 2022
Imagem: Shutterstock
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Um novo relatório do analista Ming-Chi Kuo divulgado pelo site MacRumors traz novas informações sobre o que esperar do suposto headset de Realidade Aumentada (AR) da Apple, produto já bastante especulado e que pode finalmente sair do papel no ano que vem.

De acordo com Kuo, a primeira geração dos óculos da Maçã já funcionará de forma independente, ou seja, sem a obrigatoriedade de pareamento com algum outro dispositivo. Além disso, a empresa já trabalha para oferecer uma boa quantidade de aplicativos compatíveis no lançamento.

O que mais esperar?

Além disso, o headset terá um "poder de computação ao nível de um Mac" com M1 como processador principal, enquanto um segundo chip de baixo consumo de energia cuidará dos sensores do aparelho.

O embasamento para essa previsão é que o produto também deve oferecer suporte para Realidade Virtual (VR), o que exige um hardware mais competente. As lentes para isso devem ser Micro OLED e de resolução 4K, com fabricação da Sony. Por fim, a conectividade terá padrão Wi-Fi 6E, com garantia de maior limite de banda e menor interferência com o sinal de outros aparelhos.

O lançamento não está confirmado, mas a expectativa do analista e das especulações mais recentes é que o headset saia junto com a geração iPhone 14 no segundo semestre do ano que vem.