Huawei Band 6 vs Mi Band 6: qual smartband comprar?

4 min de leitura
Imagem de: Huawei Band 6 vs Mi Band 6: qual smartband comprar?
Imagem: Huawei
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

O mercado de smartbands, pulseiras digitais voltadas para a qualidade de vida e manutenção da saúde, está a todo vapor. Agora, as empresas estão investindo cada vez mais em versatilidade e praticidade na palma da mão, incluindo tecnologias em seus produtos que se destacam pelo desempenho, precisão e recursos multiusos.

No segmento de wearables, todos os holofotes estão voltados para a Huawei e Xiaomi, que recentemente lançaram suas versões mais avançadas de smartbands: o Huawei Band 6 e o Mi Band 6. Os modelos de sexta geração surgiram repletos de novidades interessantes e contam com a adição de recursos inovadores que prometem facilitar ainda mais a rotina dos consumidores, contando com evoluções significativas, tanto em design quanto em desempenho, se comparados com suas versões anteriores.

Conheça abaixo um pouco mais sobre as pulseiras inteligentes e descubra qual delas vale a pena investir em 2021.

Huawei Band 6

Imagem: Smartband Huawei Band 6
Imagem: Tecmundo Recomenda

Smartband Huawei Band 6

Com visor AMOLED e bordas finas para visualizar o conteúdo mais facilmente, 96 modos esportivos, e bateria que dura por dias. Excelente opção de smartband para a Black Friday de 2021.

Lançada no começo de 2021, a Huawei Band é uma pulseira que chama a atenção pelo custo-benefício, trazendo funções avançadas e práticas em uma tela de 1,47 polegadas, resolução AMOLED FullView (194×368 e 282 de ppi) e design de smartwatch. Assim como é tradicional no segmento, a smartband traz o sensor na parte traseira junto com os pinos imantados de carregamento.

Porém, a pulseira, que opera pelo sistema operacional Lite OS, se diferencia pela existência de um botão físico na lateral que permite a inicialização da tela, possibilitando que o usuário tenha o total controle do dispositivo durante o uso e aumentando a durabilidade da bateria, que já atinge até 10 dias. O modelo também conta com pulseiras de silicone com tratamento UV e resistência a profundidades de água de até 5 ATM.

(Fonte: Huawei / Reprodução)(Fonte: Huawei / Reprodução)Fonte:  Huawei 

Em relação aos recursos, a pulseira da Huawei entrega rastreamento de até 96 modos de exercícios, incluindo corridas, natação, remo, elíptico, ioga, badminton, pilates, pesca, pular corda, remo, queimada e muitos outros. O monitoramento inicia de forma automática e, assim como nos modelos anteriores, é possível vincular ao GPS.

Já no assunto saúde, a pulseira inteligente monitora dados de batimentos cardíacos, horário de sono, oxigenação do sangue, indicadores de estresse, ciclo menstrual e mais, com a possibilidade de integrar rapidamente os relatórios no Huawei Health, Google Fit ou Apple Health.

(Fonte: Huawei / Reprodução)(Fonte: Huawei / Reprodução)Fonte:  Huawei 

A smartband da Huawei consegue rapidamente integrar seu sistema com redes sociais e com programas do celular, sendo capaz de tirar fotos, receber e rejeitar notificações, atender chamadas telefônicas, controlar faixas de músicas e obter atualizações de clima. E para usuários que curtem personalização, a Watch Face Store surge com uma série de papeis de parede e organizadores de tela.

Mi Band 6

Imagem: Smartband Xiaomi Mi Band 6
Imagem: Tecmundo Recomenda

Smartband Xiaomi Mi Band 6

A Smartband Mi Band 6 da Xiaomi conta com tela Amoled de 1,56" e recursos de identificação e monitoramento de até 30 atividades físicas. O Mi Band 6 global terá excelente ofertas na Black Friday 2021.

Com uma tela AMOLED de 326 ppi e display de 1,56", a Mi Band 6 surge para dar continuidade a uma das linhas de maior sucesso da Xiaomi. Em relação ao design, a sexta geração da marca conta com características semelhantes ao Mi Band 5, incluindo o formato, posicionamento do sensor e demais especificações externas.

A pulseira se integra ao aplicativo Mi Fit, onde é possível configurar todas as principais operações e atividades, acessar relatórios de status e personalizar gratuitamente os displays com a loja da marca, onde mais de 60 mostradores estão disponíveis. Todas as funções são operadas diretamente via touchscreen e exibem dados em tempo real, funcionando com opção de acender a tela com movimentos de punho e garantindo até 14 dias de bateria.

(Fonte: Xiaomi / Reprodução)(Fonte: Xiaomi / Reprodução)Fonte:  Xiaomi 

Assim como no Mi Band 5, o Mi Band 6 traz leitor de batimento cardíaco, monitoramento de sono, de estresse, contador de passos e acompanhamento de ciclo menstrual, entretanto a grande diferença fica para o sensor de SP02, que permite a leitura dos níveis de oxigênio do sangue. Porém, essa novidade ainda não está inclusa no modelo global.

A pulseira vem com compatibilidade a 30 modos de esporte (ciclismo, corrida externa, caminhada, natação em piscina, dança, tênis de mesa, pilates, zumba, entre outros), mas apenas seis são rastreados automaticamente. Todos fornecem dados sobre duração do exercício, as calorias queimadas e a frequência cardíaca, e agora a smartband conta com rastreamento de exercícios complexos como boxe e basquete.

(Fonte: Xiaomi / Reprodução)(Fonte: Xiaomi / Reprodução)Fonte:  Xiaomi 

Seus recursos incluem leitura de notificações, controle de câmera do celular, compatibilidade com mensageiros, controle de música e chamadas telefônicas e muito mais, mas a grande novidade fica por conta apenas da versão com NFC, que consegue fazer pagamentos via Master Card e possui assistente Alexa integrada. Até o momento, essa versão segue indisponível no Brasil.

Huawei Band 6 vs Mi Band 6: qual smartband comprar?

As pulseiras inteligentes surgem em suas melhores versões, trazendo funções similares que se destacam em alguns detalhes. Ambas oferecem o mesmo conforto e qualidade da tela, fluidez de sistemas e navegação intuitiva, mas a Huawei ganha em relação à bateria, exercícios físicos e design moderno.

Já a Mi Band 6 segue com suas tendências de acessórios populares e garante um custo-benefício levemente melhor que o da Huawei, custando cerca de R$ 314 enquanto a concorrente se encontra por cerca de R$ 379. E devido às limitações de compatibilidade da Huawei Band 6 com iOS, a pulseira da Xiaomi segue como a melhor recomendação para usuários Apple.