Idoso é salvo duas vezes em dois anos graças ao Apple Watch

1 min de leitura
Imagem de: Idoso é salvo duas vezes em dois anos graças ao Apple Watch
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

O Apple Watch já foi retratado inúmeras vezes como um dispositivo que salvou a vida do usuário, especialmente no caso de  pessoas com problemas cardíacos e idosos que estão sozinhos — ou até para impedir roubos a uma residência, como ocorreu em um caso recente.

Só que o caso do norte-americano Dan Pfau, que mora em Massachusetts, é ainda mais curioso. O aposentado de 70 anos já teve a vida salva duas vezes pelo relógio inteligente, usando um recurso diferente do aparelho em cada incidente.

Salvo pelo sensor

Segundo o jornal Boston Globe, o primeiro caso aconteceu há dois anos, quando Dan estava andando de bicicleta. Ele se desequilibrou ao passar em uma lombada e caiu, ficando momentaneamente desacordado na estrada. Neste caso, o Apple Watch chamou a emergência automaticamente graças ao detector de quedas, que identificou uma alteração radical no posicionamento do usuário.

A ambulância chegou rapidamente e o resgatou. Dan teve uma pequena hemorragia na região da cabeça, que foi curada naturalmente, e parou de pedalar por orientações médicas.

Segunda chance

Esse não foi o único momento em que o aposentado precisou da ajuda do periférico. Agora em 2021, Dan sofreu um desmaio quando estava sozinho em casa e bateu com a cabeça no chão, causando um sangramento.

Ainda consciente, ele desabilitou o detector de quedas por acreditar que estava bem, mas caiu novamente ao ir ao banheiro, sentindo dores fortes no pescoço. Percebendo a gravidade, ele conseguiu ditar uma mensagem para a esposa, que estava em outro andar da casa, e foi resgatado.

Novamente salvo pelo dispositivo e pelo atendimento médico, Dan até confessou, em tom de brincadeira, que não gosta muito do visual do aparelho. "Eu tenho relógios mais bonitos", disse o idoso. No entanto, ele afirma que seria "tolo" de utilizá-lo em suas atuais condições.