Realme C11: celular de entrada chega ao Brasil por R$ 999

1 min de leitura
Imagem de: Realme C11: celular de entrada chega ao Brasil por R$ 999
Imagem: Realme/Divulgação
Avatar do autor

A Realme oficializou nesta quarta-feira (4) o lançamento de mais um celular de entrada no Brasil, que chega para se juntar ao C25, disponível no mercado nacional desde junho. Trata-se do C11 (2021), um celular com preço estipulado em R$ 999 e bateria de longa duração.

Segundo a fabricante, o modelo básico possui tela IPS LCD de 6,5 polegadas, com resolução HD+ (1600 x 720 pixels) e proporção 20:9, permitindo aproveitar 89,5% do display. Em um recorte na tela, localizada na parte superior central, há uma câmera de selfie de 5 MP (f/2.2) com inteligência artificial (IA).

Já na traseira, há apenas uma lente de 8 MP (f/2.0) igualmente integrada à IA e com o modo HDR para imagens mais nítidas, que fica em um módulo junto com o flash de LED. Essa câmera é capaz de gravar vídeos em Full HD (1080p) a 30 quadros por segundo.

A tela do C11 tem proporção de 20:9.A tela do C11 tem proporção de 20:9.Fonte:  Realme/Divulgação 

O Realme C11 sai de fábrica com o processador Unisoc SC9863A de oito núcleos, que vem acompanhado de 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno. Para quem precisa de mais espaço, é possível expandir o armazenamento para até 256 GB usando cartão microSD, que pode ser instalado na mesma bandeja dos chips.

Bateria de grande capacidade

Um dos principais atrativos do celular de entrada da Realme é a bateria de 5.000 mAh, que, segundo a empresa, oferece até 43 dias de autonomia em standby — no modo Ultra Economia de Energia. O modelo suporta carregamento de 10W e carregamento reverso, este último permitindo fornecer carga para outros dispositivos.

Ele tem entrada P2 para fone de ouvido, suporte ao Bluetooth 4.2 e roda o Android 11 sob a interface Realme Go UI, da marca chinesa. O Realme C11 está à venda na rede varejista nacional, podendo ser encontrado nas cores azul e cinza.

Fontes