Samsung Galaxy Book Pro 360 [hands-on e primeiras impressões]

3 min de leitura
Imagem de: Samsung Galaxy Book Pro 360 [hands-on e primeiras impressões]
Imagem: TecMundo
Avatar do autor

Lançado internacionalmente em abril de 2021, o Galaxy Book Pro 360 está chegando oficialmente ao Brasil em julho. O notebook premium 2 em 1 tem grandes destaques dentre os dispositivos móveis da Samsung para o PC, incluindo uma S Pen remodelada e tela AMOLED com um design bem-fino e leve. Tivemos a oportunidade de "colocar as mãos" em um Galaxy Book Pro 360 e vamos compartilhar aqui com vocês os principais destaques.

A caixa do Galaxy Book Pro 360 tem um design mais minimalista, fina e já indicando que o aparelho é fabricado no Brasil. Além do PC, há a queridinha S Pen, um cabo USB-C (igual aos smartphones da Samsung) e um carregador rápido de 65 watts.

Carregador Galaxy Book Pro Carregador e conexão USB-C do Galaxy Book Pro 360.Fonte: TecMundo

O modelo que estamos testando é azul-escuro e tem uma tela de 13.3 polegadas, mas também existe uma versão maior, de 15.6 polegadas nas cores prata e bronze. O que testamos tem 11,5 mm de espessura e pesa um pouco mais de 1 kg.

O aparelho tem um design bastante elegante e sóbrio, com um corpo em alumínio que ajuda a dar o toque de leveza e também uma durabilidade maior ao produto, mas deixa muitas marcas de dedo na tampa.

Apesar do dispositivo ter  um movimento que permite transformar o computador em um tablet ou deixá-lo apoiado na mesa para assistir a um vídeo, por exemplo, ele não passa uma sensação de fragilidade nem fica rangendo a dobradiça.

Voltando para o corpo do aparelho, do lado direito temos um slot de cartão de memória, uma porta USB-C e um conector P2 para fones de ouvido e microfone. Do lado esquerdo, mais uma porta USB-C e uma Thunderbolt 4, que permitem carregar outros dispositivos quando o PC está hibernando ou desligado.

Na parte superior da tela, que é sensível ao toque, temos um microfone com cancelamento inteligente de ruído, um sensor de luz ambiente e câmera de apenas 720 p. O botão de liga e desliga guarda também um leitor de impressões digitais para facilitar o desbloqueio. O teclado com mecanismo tesoura e teclas largas é bem confortável e retroiluminado.

Como já era de se esperar de uma AMOLED da Samsung, o display tem cores vivas e brilhantes, mas a resolução máxima aqui é FullHD. Dava para melhorar nesse ponto, hein, Sammy? Principalmente porque a ideia é que o consumidor use o ecossistema Galaxy completo, então dá uma diferença quando se passa do smartphone QuadHD top de linha para o computador. Os alto-falantes com Dolby Atmos levam a assinatura da parceira da Samsung, a AKG.

Galaxy Book Pro 360Fonte: TecMundo

O Galaxy Book Pro 360 faz parte do projeto da plataforma Evo, uma parceria da Intel com fabricantes de notebooks para oferecer melhorias em alguns recursos, como autonomia da bateria e conectividade em designs ultrafinos.

Debaixo do capô, o processador é um i7 de 11ª geração, SSD de 512 GB e 16 GB de RAM (LPDDR4). Como vocês já notaram pelos conectores citados, a conexão à internet aqui é sem fio, suporta 5G, Wi-Fi 6E e o Bluetooth é 5.1. A bateria tem 63 Wh e, por enquanto, tem-se mostrado promissora, mas vamos saber mais quando aprofundarmos os testes. A placa de vídeo é integrada, uma Intel Iris Xe.

O sistema operacional é o Windows 10 Home que também tem o link com Windows, possibilitando usar até 5 aplicativos simultaneamente do seu smartphone Android no computador.

Galaxy Book Pro 360Fonte: TecMundo

E, é claro, não dá para deixar de falar da S Pen, que não tem Bluetooth, mas ganhou um upgrade e ficou maior e mais parecida com uma caneta comum, o que facilita a pegada e dá mais precisão no uso.

O Galaxy Book Pro 360 já vem com o aplicativo PENUP instalado para quem quiser soltar a criatividade e pintar, desenhar ou fazer a arte que quiser com a canetinha. Também dá para sincronizar o Samsung Notes com o celular e abusar da S Pen nas anotações.

À primeira vista, já é possível notar que a Samsung realmente quer que o Galaxy Book Pro seja uma extensão do seu smartphone Galaxy, fortalecendo ainda mais a proposta de oferecer um ecossistema completo, como a rival Apple. Agora, vamos colocá-lo para trabalhar em mais testes para poder realizar a análise completa.