Polícia devolve quase 2 mil celulares roubados em SP no 1° semestre

1 min de leitura
Imagem de: Polícia devolve quase 2 mil celulares roubados em SP no 1° semestre
Imagem: Alf Ribeiro/Shutterstock
Avatar do autor

A Polícia Civil de São Paulo devolveu 1.907 celulares aos donos no 1° semestre de 2021. Os dados foram enviados, a pedido do TecMundo, pela Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP-SP).

Segundo a pasta, a polícia realiza regularmente a "Operação Mobile", que visa identificar estabelecimentos comerciais que compram, vendem e realizam desmonte e remonte de smartphones usados e novos com origem duvidosa.

Uma dessas operações aconteceu em 27 de janeiro deste ano, quando foram apreendidos 120 aparelhos em estabelecimentos nos bairros Jardim São Luís e Jardim Figueira Grande, ambos na zona sul da capital paulista.

Smartphone

Além da apreensão dos produtos, os agentes realizaram prisões, já que os responsáveis pelos locais revendiam os eletrônicos que eram roubados ou furtados das pessoas.

Segundo a SSP-SP, entre janeiro e junho de 2021 foram visitados 804 estabelecimentos do tipo. Nas ações, foram apreendidos 6.537 celulares.

Importância do boletim de ocorrência

A SSP-SP informa que 30% dos roubos e furtos em São Paulo têm como alvo os smartphones. Por isso, em casos de furto ou roubo de celular, é essencial que a vítima realize um boletim de ocorrência (BO), pois é a partir desse documento que será possível encontrar o dono de um aparelho que foi recuperado em uma operação policial.

E, em caso de furto de celular, o BO pode ser feito online por meio dos sites da Polícia Civil de estados como São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e outros. Em Mato Grosso, por exemplo, há uma página especial para esses casos. Para realizar o BO é preciso fornecer informações como:

  • data e hora da ocorrência;
  • local do fato;
  • narração sobre o fato;
  • endereço do fato;
  • documento (RG);
  • IMEI do celular.

Bloqueio do IMEI

Outro fator importante nestes casos é o International Mobile Equipment Identity (IMEI), o número de identificação de um celular. Todos os usuários precisam ter o registro para informar à operadora que um aparelho foi roubado, furtado ou até mesmo perdido.

Devido à importância do código, em 2015 a Polícia Civil de SP passou a registar também os IMEIs dos produtos roubados ou furtados nos BOs. Um site governamental, inclusive, realiza a consulta da identificação de um aparelho, informando se ele está impedido de ser utilizado por causa de um bloqueio.

Veja, a seguir, como identificar o IMEI:

  • Se o smartphone estiver acessível, basta digitar *#06# no aplicativo de chamadas.
  • Se o smartphone estiver inacessível, tente encontrar o número na nota fiscal de compra ou na caixa original do aparelho, como mostrado na imagem abaixo.

IMEI

Polícia devolve quase 2 mil celulares roubados em SP no 1° semestre