MediaTek permite que fabricantes 'personalizem' Dimensity 1200 5G

1 min de leitura
Imagem de: MediaTek permite que fabricantes 'personalizem' Dimensity 1200 5G
Imagem: MediaTek
Avatar do autor

A fabricante taiwanesa de chips MediaTek divulgou nesta terça-feira (29) uma nova ferramenta que promete revolucionar as relações com as principais companhias de smartphones do mundo. Chamada de “Arquitetura de Recursos Abertos”, a iniciativa dará acesso de baixo nível ao hardware do seu processador Dimensity 1200 5G, permitindo ajustes finos no componente.

A tecnologia está aberta a diferentes marcas e segmentos do mercado que utilizam o chip de 6 nanômetros. A arquitetura permite a flexibilização de recursos para câmeras, monitores, gráficos, unidades de processamento de inteligência artificial, além de toda a espécie de subsistemas de conectividade presentes no interior do Dimensity 1200.

Na prática, isso significa que um fabricante de câmera, por exemplo, pode acessar o hardware de baixo nível, o mais próximo da linguagem da máquina. Assim, a companhia é capaz de ajustar o processador de imagem (ISP) do Dimensity 1200 aos algoritmos e recursos personalizados, conseguindo otimizar o desempenho do seu dispositivo dentro do smartphone.

Uma nova personalização dos dispositivos

Fonte: Gizmochina/ReproduçãoFonte: Gizmochina/ReproduçãoFonte:  Gizmochina 

Em comunicado à imprensa, o gerente adjunto da Unidade de Negócios de Comunicações Wireless da MediaTek, Dr. Yenchi Lee, afirmou que o objetivo da empresa é colaborar “com as maiores marcas de smartphones do mundo para garantir experiências de consumo personalizadas, que diferenciam os celulares 5G top de linha”.

Trazendo a conversa mais para o ambiente de fábrica, a Arquitetura de Recursos Abertos do Dimensity 5G deverá facilitar a vida dos OEMs, incluindo marcas como Samsung e Xiaomi. Atualmente, as fabricantes recebem os processadores em estado bruto e têm que construir seus algoritmos, otimizações e serviços em cima de uma pilha de tecnologia predefinida por empresas como a MediaTekou a Qualcomm.

Com o uso da Arquitetura de Recursos Abertos, o chip Dimensity permitirá ajustes em experiências multimídia, multiprocessamento híbrido, processamento de IA, mecanismos de câmera e conectividade. A expectativa é que os dispositivos equipados com o processador da MediaTek e ajustados com a nova arquitetura comecem a chegar ao mercado global a partir do mês que vem.

MediaTek permite que fabricantes 'personalizem' Dimensity 1200 5G