10 livros que são mais legais que suas adaptações para o cinema

4 min de leitura
Imagem de: 10 livros que são mais legais que suas adaptações para o cinema
Imagem: New Line Cinema/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Talvez o público geral não saiba, mas muitos filmes que impactaram os espectadores no cinema vieram de livros renomados da literatura. E entre uma boa parte dos leitores, há uma ideia de que os livros sempre vão ser melhores que as suas adaptações cinematográficas. Apesar de ser uma consideração um tanto quanto radical, existem exemplos que podem corroborar a tese.

Dessa forma, com essa lista, você pode conferir alguns títulos muito interessantes do meio literário que viraram filmes e que conseguem ser mais legais que suas respectivas adaptações. Confira!

Percy Jackson e os Olimpianos, de Rick Riordan

Imagem: Box Percy Jackson e os Olimpianos, Rick Riordan
Imagem: Tecmundo Recomenda

Box Percy Jackson e os Olimpianos, Rick Riordan

Agora, os fãs da série podem ter, reunidos em um box especial, com edição limitada e design exclusivo, os cinco livros da saga que consagrou o autor Rick Riordan.

Composto por cinco volumes, na década passada surgiu a ideia de lançar a saga dos Olimpianos de Rick Riordan para o cinema. No entanto, os dois primeiros filmes de Percy Jackson foram grandes fracassos de bilheteria, o que incentivou o estúdio a cancelar a continuidade da produção.

Mas os livros do escritor estadunidense são muito cativantes, apresentando Percy Jackson, Annabeth e Grover em uma grandiosa aventura na qual descobrem aspectos muito íntimos sobre a mitologia grega.

Fallen, de Lauren Kate

Imagem: Livro Fallen, Lauren Kate
Imagem: Tecmundo Recomenda

Livro Fallen, Lauren Kate

Em Fallen, acompanhamos a adolescente Luce, mandada para um reformatório ? apropriadamente batizado de Sword & Cross ? após a morte do namorado em um incêndio misterioso.

O romance de Lauren Kate apresenta um encontro sombrio muito interessante entre seus protagonistas, algo já evidenciado pela capa do livro. Na trama, Luce, uma adolescente problemática, é enviada para um reformatório. Por lá, conhece Daniel que a hipnotiza com sua beleza e também por sua aura. Os dois logo se atraem, mas vão tentando se manter afastados, mesmo que não consigam.

A Bússola de Ouro, de Philip Pullman

Imagem: Livro A Bússola de Ouro, Philip Pullman
Imagem: Tecmundo Recomenda

Livro A Bússola de Ouro, Philip Pullman

Lyra Belacqua e seu daemon, Pantalaimon, vivem felizes e soltos entre os catedráticos da Faculdade Jordan, em Oxford. Até que rumores invadem a cidade – são boatos sobre os Papões, sequestradores de crianças que estão espalhando o medo pelo país

A coleção Fronteiras do Universo tem chamado a atenção de diversas pessoas desde que foi lançada por Philip Pullman. Apesar de haver uma série sendo exibida pela HBO atualmente, um filme chegou aos cinemas em 2007 baseado em A Bússola de Ouro.

Na narrativa, os leitores conhecem Lyra, uma menina que quer desbravar todos os universos paralelos existentes para tentar reencontrar seu melhor amigo. Em sua aventura, grandes obstáculos vão sendo colocados.

A Torre Negra: O Pistoleiro, de Stephen King

Imagem: Livro A Torre Negra: O Pistoleiro, Stephen King
Imagem: Tecmundo Recomenda

Livro A Torre Negra: O Pistoleiro, Stephen King

Roland Deschain é o ultimo dos pistoleiros de seu mundo. Seu objetivo é a busca obstinada pela Torre Negra, dita como o eixo de todo o tempo e espaço.

Stephen King é um escritor que já foi bastante adaptado para o cinema. São muitos romances publicados ao longo dos anos que foram elogiados pelo público.

Pistoleiro, o primeiro volume de A Torre Negra, conta a história de Roland, que precisa travar uma intensa batalha para conquistar seus objetivos. Nesse meio tempo, ele conhece um misterioso menino chamado Jake que poderá fornecer muitas pistas sobre o que estaria acontecendo na famosa Torre Negra.

Fahrenheit 451, de Ray Bradbury

Imagem: Livro Fahrenheit 451, Ray Bradbury
Imagem: Tecmundo Recomenda

Livro Fahrenheit 451, Ray Bradbury

Neste livro o Ray Bradubury condena a opressão anti-intelectual nazista e o cenário dos anos 1950, revelando sua apreensão numa sociedade opressiva e comandada pelo autoritarismo do mundo pós-guerra.

Embora tenha sido dirigido por François Truffaut, um dos maiores nomes do cinema francês, o livro de Ray Bradbury continua sendo mais legal que o filme.

Nas páginas do romance, há uma distopia bem interessante, na qual os livros do mundo inteiro são proibidos e quem os ainda tiver precisará queimá-los. Ao longo da narrativa, um protagonista resistente descobre um grupo que memoriza as histórias para passá-las adiante nesse cenário de destruição e caos.

O Retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde

Imagem: Livro O Retrato de Dorian Gray, Oscar Wilde
Imagem: Tecmundo Recomenda

Livro O Retrato de Dorian Gray, Oscar Wilde

Único romance escrito por Oscar Wilde, O retrato de Dorian Gray foi publicado em 1890 na revista Lippincott’s Monthly Magazine.

Considerado por muitos como um dos melhores livros de todos os tempos, a obra de Oscar Wilde trata de temáticas profundamente dinâmicas.

Na trama, os leitores conhecem o jovem Dorian Gray que quer eternizar seu rosto em uma pintura, tendo em vista que sua beleza é extremamente cativante para o artista Basil Hallward. Contudo, para que ela não suma, ele vende sua alma ao diabo.

Dezesseis Luas, de Margaret Stohl e Kami Garcia

Imagem: Livro Dezesseis Luas, Margaret Stohl e Kami Garcia
Imagem: Tecmundo Recomenda

Livro Dezesseis Luas, Margaret Stohl e Kami Garcia

Traduzido para 28 idiomas, best seller na França, o livro mostra que ainda há originalidade a ser explorada no filão dos romances paranormais. Além de ostentar a curiosidade de ter sido escrito a quatro mãos.

Trazendo diversos elementos sobrenaturais para o centro da questão, Dezesseis Luas apresenta os adolescentes Ethan Wate e Lena Duchaness, que possuem histórias entrelaçadas por sonhos e fantasias.

Quando Ethan adormece, ele imagina com uma menina de olhos verdes e tem certeza sobre sua existência por conta das marcas que permanecem em seu corpo ao acordar. Diversos mistérios e reviravoltas permeiam a narrativa de Margaret Stohl e Kami Garcia.

Eragon, de Christopher Paolini

Imagem: Livro Eragon, Christopher Paolini
Imagem: Tecmundo Recomenda

Livro Eragon, Christopher Paolini

Coleção Aventuras Encantadas O vento uiva pela noite trazendo consigo um aroma capaz de mudar o mundo.

Livros adaptados podem gerar bons filmes, mesmo que, infelizmente, não façam tanto sucesso com o grande público. Eragon pode se encaixar nessa categoria, tendo em vista que a história do livro de Christopher Paolini traz elementos fantásticos bastante impressionantes.

Nesse sentido, a narrativa aposta em ação frenética, vilões inconsequentes, dragões, elfos, cavaleiros e outras construções inspiradas em grandes obras da literatura desse gênero.

Memória Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis

Imagem: Livro Memória Póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis
Imagem: Tecmundo Recomenda

Livro Memória Póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis

Escrito em 1880 em folhetins, este clássico da literatura brasileira é considerado o precursor do Realismo.

Entre os livros que viraram filmes, há também o clássico brasileiro de Machado de Assis. Embora muitas pessoas possam tê-lo lido na época escolar, outras não fazem ideia sobre o que o romance aborda.

A trama narra as desventuras amorosas e financeiras de Brás Cubas, que inclusive inicia o livro morto e dedica suas principais memórias aos vermes que consumiram seu cadáver. Os dramas que Machado de Assis coloca em suas páginas também trazem tons muito cômicos.

Eu Sou a Lenda, de Richard Matheson

Imagem: Livro Eu Sou a Lenda, Richard Matheson
Imagem: Tecmundo Recomenda

Livro Eu Sou a Lenda, Richard Matheson

O livro Eu sou a Lenda, do romancista norte-americano Richard Matheson, é uma das mais importantes obras do horror e da ficção científica, originalmente lançada em 1954 e deu origem a três adaptações para o cinema.

Por fim, recomendamos o livro que gerou a adaptação cinematográfica protagonizada por Will Smith. Embora seja considerada uma das piores adaptações de livros, o romance é extremamente melancólico, brutal e cativante.

A humanidade foi dizimada por um vírus letal que transformou todos os seres em espécies de zumbis. Em busca da cura, Robert Neville é um dos poucos sobreviventes que vaga pela cidade de Nova York com grandes esperanças.

Fontes

10 livros que são mais legais que suas adaptações para o cinema