MatePad Pro: Huawei anuncia os primeiros dispositivos com HarmonyOS

1 min de leitura
Imagem de: MatePad Pro: Huawei anuncia os primeiros dispositivos com HarmonyOS
Imagem: Huawei/Divulgação
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A fabricante chinesa Huawei anunciou oficialmente nesta quarta-feira (2) o lançamento de três novo tablets. Os modelos são o MatePad Pro de 10,8" e 12,6", além do MatePad 11.

O trio marca a estreia do sistema operacional HarmonyOS na categoria, estabelecendo a plataforma como uma alternativa ao Android para fabricantes além da Huawei, que está impedida desde 2019 de utilizar o ecossistema de serviços do Google.

Conhecendo a família

O MatePad Pro de 10,8" e o MatePad 11 usam processadores Qualcomm Snapdragon, enquanto o modelo maior roda a partir de um chip próprio, o Kirin 9000E.

Carro-chefe da geração, a versão de 12,6" foi a que mais teve detalhes compartilhados e deve concorrer direto contra o iPad Pro, da Apple. Ela tem uma bateria de 10.050 mAh com recarga com fio (40W) ou sem (27W), além de transferir energia para outros dispositivos. Já o display é OLED com resolução de 2560 x 1600 pixels e suporte ao padrão HDR10.

O tablet conta ainda com oito alto-falante espalhados pelo corpo do aparelho, quatro microfones embutidos e compatibilidade com Wi-Fi 6. A câmera frontal fica na lateral direita do dispositivo, ideal para videochamadas com o tablet no modo paisagem (ou seja, na horizontal).

O MatePad Pro em funcionamento em modo espelhado.O MatePad Pro em funcionamento em modo espelhado.Fonte:  Huawei 

Já o conjunto de sensores na traseira inclui um sensor de profundidade que pode ser comparado ao LiDAR dos iPads Pro recentes.

A partir de ferramentas da marca, como o Mirror Mode, será possível usar o tablet como segunda tela em notebooks Huawei ou como mesa digitalizadora para ilustrações e edição de conteúdos visuais.

Acompanha caneta?

O acessório para desenho e escrita é o M-Pencil de segunda geração, que pode ser acoplado e carregado no próprio tablet. Ele também foi anunciado no evento desta quarta-feira.

O novo M-Pencil tem latência de 9 ms e um visual metalizado, além de ponta transparente para gantir mais precisão no traço.

Entrando em harmonia

Como parte da plataforma HarmonyOS, são oferecidos aplicativos alternativos às ferramentas tradicionais desses aparelhos. A AppGallery da Huawei é a loja digital que permite o download de ferramentas e jogos, mas ainda sofre com a falta de adesão de muitos desenvolvedores.

Além disso, acusações recentes do site Arstechnica citam ainda que o HarmonyOS "compartilha" boa parte do código aberto do Android, mas a informação não foi confirmada pela Huawei.

Até o momento, a Huawei não compartilhou a data de lançamento ou os valores dos três novos tablets da marca.

MatePad Pro: Huawei anuncia os primeiros dispositivos com HarmonyOS