Anatel bate recorde de apreensão de produtos irregulares em 2021

1 min de leitura
Imagem de: Anatel bate recorde de apreensão de produtos irregulares em 2021
Imagem: Anatel
Avatar do autor

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou nesta sexta-feira (07) que bateu o recorde interno da instituição em termos de retirada de aparelhos irregulares do mercado.

Só no primeiro trimestre de 2021, a Anatel encontrou durante fiscalizações e retirou de circulação um total de 600 mil dispositivos — sendo que o número supera os 542 mil aparelhos encontrados durante todo o ano de 2020, no que era o recorde anterior da agência.

A ação faz parte do Plano de Ação de Combate à Pirataria (PACP), que acontece junto a órgãos como a Receita Federal, e envolve encontrar eletrônicos que não foram homologados, ou seja, não se encontram aprovados para venda no país e são considerados piratas.

O que foi apreendido?

Os produtos mais comuns a caírem na fiscalização são carregadores e baterias de celular, modems (e outros equipamentos de radiação restrita), TV boxes e desbloqueadores de TV por Assinatura.

Segundo a própria Anatel, alguns equipamentos apreendidos podem ser regularizados e retornar ao comércio caso passem pelos trâmites necessários. Ela ainda ressalta que a certificação é importante inclusive para a proteção do consumidor, já que leva em conta aspectos como segurança.

Fontes

Anatel bate recorde de apreensão de produtos irregulares em 2021