Rapoo fecha parceria com Multilaser e traz periféricos ao Brasil

1 min de leitura
Imagem de: Rapoo fecha parceria com Multilaser e traz periféricos ao Brasil
Imagem: Multilaser/Divulgação
Avatar do autor

A fabricante chinesa Rapoo fechou uma parceria com a Multilaser para a comercialização dos produtos no Brasil. Uma das marcas líderes do segmento de acessórios na Europa, ela chega ao país com uma linha de periféricos de alta performance.

Atuando em território nacional desde janeiro de 2021, a Rapoo importou mais de 500 mil produtos visando o home office – incluindo mouses, teclados, headsets e webcams. Entre os diferenciais, a marca oferece 5 anos de garantia para todos os itens.

Combo com teclado e mouse 8050T é uma opção para quem está montando o home office.Combo com teclado e mouse 8050T é uma opção para quem está montando o home office.Fonte:  Multilaser/Divulgação 

Um dos itens disponíveis é o combo de teclado e mouse 8050T. Com ambos os acessórios apresentando opções de conexão via Bluetooth ou nano receptor de 2.4 GHz, o pacote traz um mouse com 1.300 DPI e um teclado com configurações ABNT2.

Solução para reuniões em home office, o Headset H100 é outro produto que chegou ao mercado brasileiro. Apresentando um design leve e confortável, o acessório oferece áudio estéreo, controle de volume e microfone com redutor de ruído ambiente.

Outro item importante para conferências, a Webcam C260 registra imagens em qualidade Full HD 1080p e possui um microfone integrado. Para mais, o periférico tem função plug and play que facilita o uso em diferentes computadores e notebooks.

Com qualidade Full HD, a Webcam C260 é uma solução para chamadas de vídeo.Com qualidade Full HD, a Webcam C260 é uma solução para chamadas de vídeo.Fonte:  Multilaser/Divulgação 

Fundada em 2002, a chinesa Rapoo é apontada como uma das três maiores fabricantes de periféricos do mundo. Com uma ampla presença global, a marca é líder do segmento de acessórios para computadores na Alemanha.

Rapoo fecha parceria com Multilaser e traz periféricos ao Brasil