Qualcomm luta para atender alta demanda pelo Snapdragon 888

1 min de leitura
Imagem de: Qualcomm luta para atender alta demanda pelo Snapdragon 888
Imagem: Qualcomm
Avatar do autor

A Qualcomm pode ter problemas para atender ao alto número de pedidos pelo seu mais recente processador top de linha para dispositivos móveis, o Snapdragon 888.

De acordo com a agência de notícias Reuters, que obteve a informação de duas fontes diferentes ligadas à indústria, a empresa encontra dificuldades atualmente para fornecer todos os semicondutores necessários para a fabricação dos chips.

A falta de componentes é uma preocupação geral na indústria e pode resultar em menos aparelhos prontos para venda — ela começou no setor automotivo, mas agora já afeta também a divisão de eletrônicos de consumo.

Problema geral

Atual líder do mercado de celulares, a sul-coreana Samsung estaria sentindo os efeitos da falta de entrega de chips e já admite a escassez, mesmo em modelos menos poderosos, como os do segmento de intermediários. Além deles, o modelo Snapdragon 888 está presente em diversos aparelhos de alto desempenho de fabricantes como Xiaomi, Oppo e a própria Samsung.

A maior demanda também é creditada a uma manobra das concorrentes para aumentar a produção e tomar um mercado que antes pertencia à Huawei, cada vez mais enfraquecida em smartphones após as sanções do governo dos Estados Unidos.

Em nota enviada à agência de notícias, a Qualcomm afirmou que deve atingir as metas de vendas para o segundo trimestre fiscal, apesar das dificuldades.

Fontes

Qualcomm luta para atender alta demanda pelo Snapdragon 888