'Bateria do futuro' da Huawei armazena mais energia e é resistente

1 min de leitura
Imagem de: 'Bateria do futuro' da Huawei armazena mais energia e é resistente
Imagem: Huawei
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A fabricante chinesa Huawei patenteou uma nova forma de bateria que pode ampliar a capacidade de armazenamento de energia e a duração de uma carga em celulares. O registro foi inicialmente solicitado em julho de 2019, mas só agora foi concedido pelo órgão responsável do país.

Na descrição, a Huawei indica uma bateria de íon-lítio, como são as atualmente utilizadas em eletrônicos, porém feita de um material mais resistente. O segredo está em um composto de silício-carbono, além de um núcleo protegido por uma camada de um material alcalino.

O formato poroso do composto reduz a região de contato entre o material de silício e os eletrólitos da bateria, o que na prática reduz as reações adversas do consumo de energia e prolonga a vida útil da bateria. Além disso, o esqueleto da bateria feito de grafite reduz a expansão volumétrica e posterior contração, o que significa que ela mantém a forma estável e a melhor densidade possível para o seu funcionamento.

huaweiNovo material poroso e resistente é o segredo da nova bateria (Reprodução/huaweicentral)Fonte: huaweicentral

Sem previsão

Por enquanto, não há qualquer indicativo de que a nova bateria planejada pela Huawei será lançada comercialmente ou aproveitada em algum dos smartphones da marca. O registro de patentes pode significar somente que a marca está reservando os direitos sob uma tecnologia para exigir royalties em um futuro licenciamento.

'Bateria do futuro' da Huawei armazena mais energia e é resistente