Intel estaria finalizando sua nova linha de notebooks dobráveis

1 min de leitura
Imagem de: Intel estaria finalizando sua nova linha de notebooks dobráveis
Imagem: The Verge/Reprodução
Avatar do autor

Em outubro, a Lenovo oficializou o ThinkPad X1 Fold e deu a partida para a corrida envolvendo notebooks com telas dobráveis; à época, os rumores apontavam que Samsung, Microsoft e Intel já estavam concretizando suas linhas de dispositivos foldables a serem lançadas no início de 2022. Segundo o DigiTimes, a Intel já teria o que mostrar ao mercado no segundo semestre deste ano.

A gigante americana estaria nos estágios finais de desenvolvimento de uma nova linha de notebooks dobráveis. Ainda segundo o DigiTimes, fontes trabalhando para empresas fornecedoras da Intel avaliam que os dispositivos seriam lançados com preços iniciais em torno de US$ 2.500 (aproximadamente R$ 13 mil).

A Intel já havia mostrado o caminho a tomar quando apresentou, durante a CES 2020,em janeiro de 2020, um notebook conceitual 2 em 1, com uma tela OLED dobrável (a cargo da Samsung e da BOE) chamado pela empresa de Horseshoe Bend (dobra em ferradura).

Teste incompleto

O novo dispositivo foi pensado para usar a nova arquitetura Tiger Lake de 10 nm da Intel, usando um chassi de 7 mm de espessura com um TDP de 9 W,  sem nenhum resfriamento ativo. O laptop conceito apresentava uma tela touchscreen de 12 polegadas que, desdobrada, aumentava sua área para 17,3 polegadas.


Segundo relatou à época o site The Verge, a equipe da Intel no estande da empresa na CES 2020 não permitiu que a tela fosse completamente aberta ou dobrada, lançando desconfiança sobre o desempenho da dobradiça (um dos pontos fracos nos dobráveis).

Mesmo assim, a empresa afirmou que o Horseshoe Bend suporta diversas posições de uso. O novo notebook ainda teria teclado removível, a ser encaixado no dispositivo quando este é dobrado, facilitando o transporte.

Durante a feira, acontecida antes das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, a máquina estava equipada com Windows 10, mas o que se espera é que a Intel lance sua linha de notebooks dobráveis com o sistema operacional da Microsoft para foldables, o Windows 10X.