Anatel apreende 15,2 mil carregadores piratas de celular

1 min de leitura
Imagem de: Anatel apreende 15,2 mil carregadores piratas de celular
Imagem: 9to5 Mac
Avatar do autor

Nesta quarta-feira (16), a Anatel publicou uma nota informando a apreensão de 15 mil e 200 unidades de carregadores de celular não homologados pela Anatel, consideradas em situação clandestina. A operação teve como palco a região central de São Paulo, com foco na rua 25 de Março, um dos conhecidos polos comerciais.

A operação teve como objetivo combater a pirataria e resultou na apreensão de quase R$ 180 mil em produtos clandestinos, pertencentes a um grande distribuidor da região. A medida é prevista dentro do Plano de Ação de Combate a Pirataria (PACP) e foi apoiada pela Polícia Federal.

Essa ação dá continuidade a medidas similares que ocorreram no último mês de novembro, onde também foram apreendidos equipamentos tecnológicos ilícitos. Ao todo, foram cerca de 11 mil carregadores de celular confiscados pela fiscalização da Anatel em três grandes ações na região paulista: na capital, São José do Rio Preto e Ribeirão Preto.

Lote de carregadores de celular apreendidos pela Anatel. (Fonte: Anatel / Reprodução)Lote de carregadores de celular apreendidos pela Anatel. (Fonte: Anatel / Reprodução)Fonte:  Anatel 

Assim, em um período de 45 dias, entre novembro e dezembro, a Anatel apreendeu mais de 26 mil carregadores piratas em São Paulo, com valor de venda estimado em R$ 340 mil. É importante ressaltar que carregadores não homologados — ou piratas — podem danificar a bateria dos smartphones, reduzindo sua vida útil, além de contribuir para maior incidência de acidentes por falhas elétricas e curto-circuito.

Fontes

Anatel apreende 15,2 mil carregadores piratas de celular