GoPro Hero 9 Black: mais bateria, mais tela e mais cara [Review]

5 min de leitura
Imagem de: GoPro Hero 9 Black: mais bateria, mais tela e mais cara [Review]
Imagem: TecMundo
Avatar do autor

Em 2020, 15 anos depois do lançamento da primeira câmera da marca, a GoPro lançou seu modelo mais poderoso até agora: a Hero 9 Black. Esta tem bateria maior, é mais resistente ao frio, apresenta tela frontal, lente removível e mais resolução nas imagens, mas é bem mais cara do que a versão anterior. O preço de lançamento da Hero 9 Black é de R$ 4.899, enquanto a HERO 8 foi lançada por R$ 2.999.

Design

Deixando a parte do preço de lado, o design em relação à Hero 8 teve algumas mudanças consideráveis: uma tela colorida de 1,4 polegadas na parte frontal, um corpo maior (para poder guardar mais bateria) e uma tela touchscreen traseira que aumentou para 2,27 polegadas.

O que ainda me irrita um pouco na GoPro é a resposta da tela ao toque. Isso porque quando deslizamos ou tocamos para dar algum comando, a resposta não é tão rápida — principalmente porque estamos mal acostumados com a taxa de resposta de smartphones. No entanto, vale lembrar que ela tem 14 comandos de voz que podem acionar recursos como tirar foto, gravar, desligar e tudo mais.

GoPro Hero 9

A haste de montagem da GoPro continua a mesma da versão anterior, que fica dobradinha no corpo da própria câmera e facilita na hora de trocar os suportes. A lente voltou a ser removível e agora permite a troca pelo módulo de lente Max, que reduz a distorção e aumenta ainda mais a estabilização em fotos e vídeos com o ângulo ultra-amplo. Dessa forma, quem quiser comprar essa segunda lente, precisa desembolsar uma grana a mais. Ainda não testamos essa opção, pois ela não está disponível no Brasil, mas deve chegar em breve.

Por exemplo, a tela frontal colorida é uma adição muito importante e facilita a vida dos vloggers, mas ela não é touch – o que é bom para gente não ficar esbarrando sem querer. Diferente dos modelos anteriores, que tinham uma telinha cinza que mostrava só algumas informações mais simples, aqui ela ajuda na hora de enquadrar a foto ou vídeo-selfie.

Vale destacar também que, pela primeira vez, a GoPro vem em uma caixa reutilizável, sem embalagem de plástico.

GoPro Hero 9

Bateria

A GoPro aumentou a bateria de 1.220 mAh da Hero 8 para 1.720mAh na Hero 9, o que, de acordo com a fabricante, implica em uma duração 30% maior do que a antecessora. Na prática, eu achei essa porcentagem otimista, mas sim, não dá para negar que existe uma melhora significativa na duração.

A bateria também está mais resistente às baixas temperaturas para quem vai filmar na neve ou em algum canto bem no Sul do Brasil.

Qualidade de imagem

No quesito imagens, os destaques ficam por conta do novo sensor de 23,6 MP que faz  fotos de 20 MP que, em condições “ok” de iluminação, entregam boas imagens. Mas a máxima ainda é válida: quanto mais luz melhor. De qualquer forma, o salto de qualidade em relação à geração anterior é nítido, com direito a fotos mais vivas. Porém, à noite ela ainda peca um pouco, deixando aquela granulaçãozinha, apesar da opção de fazer vídeo com time lapse noturno ser interessante.

A dica é optar pelo uso do “modo GoPro” na hora de configurar sua câmera, porque ele deixa as cores mais vivas e contrastadas. Já na hora de escolher o tipo de lente, fica ao seu critério definir o que se encaixa melhor em cada momento. As “lentes digitais” da GoPro permitem fazer imagens de modo amplo (estilo"olho de peixe”), linear (com cortes mais retos) e estreita (que permite um efeito mais aproximado e sem o arredondamento nas laterais).

GoPro Hero 9Foto tirada com a GoPro Hero 9 em ambiente fechado e com baixa luminosidade. (Foto: Joyce Macedo/TecMundo)

Agora também dá para gravar vídeos em 5K a 30 fps e ainda extrair fotos em JPG com 14,7 MP deles. É claro que as fotos em RAW são consideravelmente mais nítidas, o que é uma das vantagens de tirar fotos usando o recurso dedicado a isso.

Foto ampla com a GoPro HERO 9Foto ampla com a GoPro Hero 9. (Fonte: Joyce Macedo/TecMundo)

Além da resolução do vídeo, também tivemos um salto na estabilização por conta da chegada do HyperSmooth 3.0, que funciona em todas as resoluções e taxas de quadros, e do nivelamento de horizonte que agora é feito diretamente na câmera por causa da nova lente.Isso facilita demais na hora de capturar imagens mais retinhas. Esse combo é ótimo para gravar pedalando, por exemplo.

Eu estou citando muito o 5K porque é a resolução máxima, mas claro que não é a única. Dá pra optar entre 4K a 60fps, em 2,7 K a 60 fps ou 120 fps e até 1080p a 240 fps. A dica é: quando você quiser gravar algum vídeo de ação, cheio de movimento, é melhor escolher uma resolução mais baixa e uma taxa de quadros mais alta.

Software e recursos

Mas as novidades de recursos da nova GoPro vão além HyperSmooth 3.0 e do nivelamento de horizonte. Outro destaque é a presença do Hindsight, que permite capturar de 15 a 30 segundos de vídeo antes mesmo de apertar o botão de gravar. E por que isso é legal? Porque dá para capturar aqueles momentos mais espontâneos antes do REC.

Tem também o TimeWarp 3.0, que faz time lapse com ajuste de velocidade personalizado e ainda permite desacelerar até a velocidade real durante a filmagem. O resultado é muito legal quando você está indo em direção a algum objeto ou local específico, por exemplo. Além disso, o áudio agora também acompanha todo esse fluxo de velocidades.

Um fator de que gostei muito mesmo foi a opção de poder programar o horário de captura da câmera. É um pouco sacana? É. Isso porque você pode deixar a câmera posicionada bonitinha para a direção em que o Sol nasce e continuar dormindo sem preocupações, já que você pode configurar a captura programada para ligar a câmera no horário que você definir de começo e término de um time lapse.

GoPro Hero9Captura programada na GoPro Hero 9. (Imagem: Joyce Macedo/TecMundo)

Webcam e app

Mas falando de coisas mais palpáveis em tempos de “tá todo mundo vendo minha tela?” e “ei, seu microfone tá no mudo”, um grande uso para a GoPro Hero 9 é como uma webcam. É só conferir se o firmware dela está atualizado, baixar um software da própria GoPro no seu computador e usar o cabo USB-C para transmitir vídeos em Full HD.

Para não passar batido, vale falar um pouco também sobre o app da GoPro, que permite transferir as imagens para o celular, fazer edições e ainda controlar a câmera. Dá até para fazer transmissões ao vivo e direto no seu perfil do Facebook, YouTube e Twitch.

Vale a pena?

Não dá para negar que a GoPro fez upgrades muito interessantes na Hero 9. O sensor de 23,6 MP, por exemplo, é o aprimoramento de hardware de imagem mais significativo desde que o sensor de 12 MP foi apresentado na Hero 3, lá em 2012.

Se você quer fazer selfies, vlogs e afins, ela é um investimento interessante. A estabilização está incrível, a qualidade das imagens melhorou muito e recursos como a captura programada são diferenciais que fazem brilhar os olhos. Só não esqueça que o preço subiu junto.