Funcionários da Amazon são presos por roubar carga de iPhones

1 min de leitura
Imagem de: Funcionários da Amazon são presos por roubar carga de iPhones
Imagem: Amazon
Avatar do autor

Cinco funcionários da Amazon em Madri, na Espanha, foram presos sob a acusação de roubar smartphones que seriam entregues a consumidores. O grupo desviava aparelhos de alto valor, em especial modelos de iPhone 12, e chegou a embolsar 500 mil euros (cerca de R$ 3,2 milhões em conversão direta de moeda) antes da detenção.

De acordo com o site espanhol iPadizate, os funcionários atuavam em um centro de distribuição a partir de um esquema elaborado, que envolvia cúmplices de fora da companhia. O grupo furtava os celulares no armazém e, para retirá-los do local, colocava os pacotes dentro de outras encomendas — provavelmente endereçadas a um dos participantes do crime.

A Amazon começou a suspeitar da atuação da quadrilha ao analisar diferenças de peso esperado e resultante entre os pacotes. Uma investigação interna com base em câmeras de segurança levou a companhia aos criminosos, que foram denunciados e detidos pela polícia. Ao todo, eles carregavam dez aparelhos da linha iPhone, além de uma lista com códigos IMEI que eram riscados para dificultar eventuais operações policiais.

Os funcionários foram demitidos e devem ser julgados. A polícia vai prosseguir com o caso, já que é preciso identificar quem recebia os aparelhos roubados.

Funcionários da Amazon são presos por roubar carga de iPhones