Shure MV88+: áudio profissional no seu smartphone [Review]

7 min de leitura
Imagem de: Shure MV88+: áudio profissional no seu smartphone [Review]
Avatar do autor

Não importa muito se você já é um youtuber, costuma a fazer lives no Twitch ou em alguma outra plataforma, produz um podcast, curte fazer a própria música ou simplesmente gostaria de começar alguma dessas coisas. Uma coisa é fato: produzir conteúdo de qualidade de casa é difícil se você não tiver os equipamentos apropriados. Até aqui no TecMundo sentimos isso nesses tempos de quarentena.

Como hoje em dia até celulares perto dos R$ 1 mil conseguem gravar em 4K, uma das maiores dificuldades nessa situação é controlar o áudio. Na falta de um estúdio projetado para evitar eco, ter um bom microfone faz bastante diferença. E é aí que entra o MV88+ da Shure, um kit que tem um microfone muito bom e também inclui um conjunto modular de tripé, presilha, cabos e case. Quase tudo o que você precisaria para gravar um bom vídeo.

Passei as últimas três semanas testando esses acessórios enquanto trabalhava de casa e agora vou passar as minhas opiniões sobre ele para ajudar vocês a decidir se vale a pena investir seu dinheiro para comprar um. Afinal de contas, precisamos falar que o valor cobrado pela fabricante é consideravelmente alto.

Design funcional

O microfone é esse cilindro pequeno aqui e já vem na caixa com uma espuma que serve para impedir que o vento cause interferência no som. Quem quiser, pode remover a cobertura com facilidade na hora que quiser limpar ou trocar por outra.

Como o microfone é estéreo, os lados esquerdo e direito são indicados nas laterais respectivamente com as letras L e R. Atrás estão o LED de status, que fica verde durante o uso, uma entrada para fones de ouvido para monitorar o áudio durante a gravação e uma entrada micro-USB, que serve para conectar ao seu dispositivo de filmagem.

Para isso, aliás, o conjunto inclui dois cabos separados, um com um conector lightning para aparelhos da Apple e outro com USB-C para os celulares Android e PCs mais recentes. Se o seu smartphone ainda tem uma entrada micro USB ou seu computador não tenha uma do tipo C, então você vai precisar usar cabos compatíveis que já tiver ou comprar um específico para isso.

Uma coisa que vale avisar é que o microfone não usa pilhas ou tem bateria própria, então você vai precisar de uma conexão com energia para que ele funcione. É uma boa ideia recarregar o celular antes da gravação para não ter surpresas, já que o uso aumenta um pouco o consumo de energia do celular.
Também inclusa no kit fica uma presilha que você encaixa no suporte para deixar o microfone virado para a direção que quiser, e isso é útil por causa dos diferentes modos de gravação – que vou explicar mais abaixo.

Tripé e suporte versáveis

O kit inclui um tripé PIXI da Manfroto, que para quem não sabe é uma das melhores marcas de tripé, e que é ótimo para usar sobre mesas. Você pode ajustar a angulação da cabeça para melhorar o ângulo da gravação pressionando o botão vermelho, e ainda é possível escolher deixar as pernas dele um pouco mais fechadas para aumentar ligeiramente sua altura.

O suporte para celular é separado e tem ajuste para smartphones de larguras diferentes, o que é ótimo. Para ajustar, basta usar a roda na traseira, que também foi feita com largura o suficiente para permitir que você enrole o cabo do microfone para que ele não fique solto atrapalhando durante a gravação.

Esse ajuste permite ainda desencaixar os pinos na traseira caso você queira gravar na vertical para um Story ou TikTok, por exemplo. O único problema aqui é que não há um encaixe para o cabo do microfone nessa posição, então é preciso deixar o celular equilibrado para a lateral, o que não passa muita segurança. Fica aí uma sugestão para a Shure pensar nisso na próxima geração do produto.

A borracha desse suporte é bastante côncava, então ela firma o celular com mais segurança do que aquelas mais comuns de mola que costumamos ver por aí em paus de selfie e outros tripés mais simples. Ela também vem com uma rosca no tamanho padrão, então é possível usá-la com qualquer tripé que você tenha caso queira deixar o celular no nível dos olhos.

Modularidade e transporte fácil

Os componentes do kit MV88+ são modulares, o que basicamente quer dizer que dá para escolher que parte você quer encaixar com qual da melhor forma para cada necessidade. É possível prender o microfone acima do celular virado para o lado que quiser, ou então desrosquear a parte da traseira e usar na horizontal quando for gravar só áudio. Pode-se até prender o microfone direto no tripé quando quiser usar ligado a um PC, por exemplo.

Para carregar tudo isso sem grandes dificuldades, o conjunto inclui um case de Neoprene que você pode enrolar e fica bem compacto de levar por aí em uma mochila. Só não é possível colocar o tripé dentro, mas pelo menos ele pode ser preso na parte solta entre as costuras do prendedor.

App cheio de funções

Para quem gosta de saber da parte técnica, o microfone incluso no kit MV88+ da Shure consegue captar áudio com frequências entre 20 Hz e 20 kHz e consegue fazer gravações em 12 ou 24 bits com sample rate, ou taxa de amostragem, de 44,1 um ou 48 kHz. Essas configurações você consegue mexer nos apps gratuitos da Shure, MOTIV Video e MOTIV Audio, que estão disponíveis para Android e iOS.

Pelo aplicativo você consegue também escolher se vai gravar com som estéreo e qual a amplitude da direção do som que ele deve pegar nesse caso, ou então se vai gravar em mono. Nesse caso, pode definir o padrão polar como cardioide, mid-side bruta ou até gravar nas duas direções caso queira virar o microfone de lado para pegar tanto a sua voz quanto a de um entrevistado.

O software permite ainda ajustar o ganho do microfone, escolher presets para fala, canto, instrumento ou apresentação, ou ainda definir o uso de uma configuração neutra para customizar e salvar as próprias preferências. O aplicativo deixa você ligar ou desligar o limitador, ajustar o nível de compressão do áudio e do filtro de passa alta, inverter a direção entre esquerda e direita na gravação e até fazer ajustes finos em um equalizador.

A sua configuração no app fica salva no próprio microfone, então ela continua valendo mesmo que você desconecte o smartphone e use o acessório ligado a um PC ou a outro aparelho. Também é possível usar o microfone ligado a uma câmera DSLR, mas isso não é recomendado pela fabricante e pode causar erros.

Gravação e qualidade sonora

Você pode fazer as suas gravações usando apps nativos do seu smartphone ou softwares de terceiros que ofereçam suporte a microfones, mas usar os apps grátis da Shure te dá a vantagem de mexer nas configurações e também monitorar as barras de áudio enquanto grava. Assim, caso você perceba que está estourando muito, pode ajustar na hora o ganho do microfone ou então falar um pouco mais baixo.

Quanto à qualidade do áudio, tive resultados agradáveis durante os testes, ainda que o som não tenha sido tão límpido em meu quarto pequeno e com péssima acústica quanto poderia ter sido em um ambiente ligeiramente mais pensado para captação sonora. Um fato inquestionável é que, ao direcionar a captação estéreo e deixá-la o mais focada possível em mim, isso reduziu o impacto de sons externos nas gravações. Cachorros exaltados e motos barulhentas eventualmente ainda eram ouvidas, mas com uma presença menos impactante.

Vale a pena?

O conjunto MV-88+ da Shure, completo com tudo o que eu falei aqui, tá sendo vendido oficialmente por R$ 2.199 a prazo ou por R$ 1.969 à vista. Isso no site da Apple, porque no da própria Shure o kit é marcado como indisponível. Essa é basicamente a única opção que existe no Brasil por enquanto. É um preço elevado, sem a menor dúvida.

Com tudo isso, o conjunto não é a melhor opção para quem já tem uma câmera DSLR de qualidade ou pretende usar o kit exclusivamente para captura de áudio. Nesses casos, provavelmente é uma ideia melhor investir em um microfone profissional que não tenha sido pensado especificamente para uso com smartphones, como o modelo Yeti da Blue, por exemplo – ou até o Snowball, que é mais barato.
Já se você tem apenas um smartphone com uma ótima câmera e quer investir para melhorar o seu som em vários tipos de situações, aí o MV88+ da Shure é sim uma boa opção nos quesitos qualidade sonora, versatilidade e praticidade.

Mas e você, o que você achou do kit MV88+ da Shure? Manda sua opinião nos comentários abaixo.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Shure MV88+: áudio profissional no seu smartphone [Review]