ARM anuncia CPU Cortex-A78 e GPU Mali-G78 para chips móveis

1 min de leitura
Imagem de: ARM anuncia CPU Cortex-A78 e GPU Mali-G78 para chips móveis
Avatar do autor

As principais fabricantes de smartphones e tablets do mundo utilizam chips com núcleos baseados em designs criados pela ARM. Para os dispositivos topos de linha da próxima geração, a ARM acabou de anunciar o Cortex-A78 e a GPU Mali-G78.

A companhia afirma que o novo design de chip móvel é “inquestionavelmente, o mais eficiente Cortex-A já desenvolvido”. "Clock a clock", as CPUs baseadas no Cortex-A78 são até 20% mais rápidas que CPUs baseadas no Cortex-A77.

Esse desempenho será incrível pra os dispositivos da próxima geração, porque poderá impulsionar novos recursos avançados, sem sacrificar a bateria. O novo design vai manter o mesmo TDP básico de 1 W (para um núcleo), da geração anterior.

Em outras palavras, isso significa que teremos aparelhos ainda mais poderosos e com maior autonomia de bateria, mesmo aqueles prontos para redes 5G. E todo esse poder de processamento e baixo consumo de energia incentivam a criação de novos apps e recursos. Para efeitos de comparação entre o Cortex-A78 e o Cortex-A77, se esses chips estiverem entregando o mesmo desempenho, o novo chip pode consumir até metade da energia.

Fonte: ARM/DivulgaçãoFonte: ARM/DivulgaçãoFonte:  ARM 

Além da GPU Mali-G78, que oferece 25% mais desempenho sobre a Mali-G77, da geração passada, a ARM também lançou a Mali-G68, que vai introduzir alta performance em gráficos no segmento intermediário.

Ainda há uma nova NPU da companhia: a Ethos-N78. Esse novo chip também é 25% mais rápido que a Ethos-A77, da geração anterior.

Programa Cortex-X

A ARM também anunciou um novo programa para a criação de chips personalizados com empresas parceiras: o Cortex-X. Por meio desse programa, as fabricantes poderão se basear no design de chips da ARM para criar processadores com características diferentes, com novos níveis de desempenho e consumo, a fim de servir a propósitos distintos.

Esses chips personalizados não importantes porque permitem a diversificação de aparelhos no mercado, direcionados a diferentes públicos alvos.

O Snapdragon 865, da Qualcomm, por exemplo, usa núcleos Cortex-A77 e Cortex-A55 parcialmente customizados.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
ARM anuncia CPU Cortex-A78 e GPU Mali-G78 para chips móveis