Lenovo lança patinete elétrico com autonomia de 30 km

1 min de leitura
Imagem de: Lenovo lança patinete elétrico com autonomia de 30 km
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Assim como a Xiaomi, que vende produtos bastante variados no mercado chinês, a fabricante Lenovo entrou em um setor bem diferente dos eletrônicos tradicionais. A companhia iniciou nesta quarta-feira (29) a venda do M2, a sua tentativa de sucesso no segmento de patinetes elétricos.

O M2 é um modelo voltado para uso urbano e deslocamentos curtos, como ir e voltar do trabalho, por exemplo — tanto que ele é facilmente dobrável, para ser carregado inclusive para ambientes internos. O patinete tem autonomia de 30 km sem precisar de carregamento e aguenta uma carga de até 120 kg.

Por ser feito a partir de uma liga de alumínio, o M2 é relativamente leve, pesando menos de 15 kg. O seu corpo tem resistência alta contra água e poeira, recebendo a certificação IP54. Ele ainda traz um sistema triplo de freios e de absorção de impactos nos pneus, para garantir a segurança do usuário em caso de batidas leves ou de uso em terrenos mais acidentados. O patinete é feito para rodar normalmente a uma inclinação de até 15º.

Lenovo Scooter M2.Lenovo Scooter M2.Fonte:  Lenovo 

No painel, que é uma tela LED posicionada de frente para o condutor, há algumas informações atualizadas em tempo real — porcentagem de bateria, velocidade e até a marcha em que está o veículo. Ao todo, são três "modos" de uso, desde uma velocidade de passeio até um de maior potência e velocidade.

Os freios e o painel em LED do patinete.Os freios e o painel em LED do patinete.Fonte:  Lenovo 

O Lenovo Scooter M2 deve ser vendido exclusivamente no mercado chinês por enquanto. Por lá, o patinete elétrico custa 1.999 yuan, o equivalente a R$ 1,5 mil em conversão direta de moeda.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Lenovo lança patinete elétrico com autonomia de 30 km