UPS anuncia nova geração de drones de entrega versáteis

1 min de leitura
Imagem de: UPS anuncia nova geração de drones de entrega versáteis
Imagem: UPS
Avatar do autor

A empresa de logística United Parcel Services (UPS) vai lançar, em breve, a sua nova frota de drones de entrega, que terão alcance de até 120 quilômetros e poderão atingir velocidade de até 240 quilômetros por hora, para uso nos Estados Unidos e no exterior. As aeronaves estão sendo desenvolvidas em parceria com a fabricante alemã Wingcopter, pioneira em drones de transporte, e terão um sistema de rotor de inclinação que possibilita alternar entre os modos de voo asa fixa com baixo ruído e multi-helicóptero para pairar.

Com auxílio da tecnologia, os novos drones da UPS poderão decolar e pousar na vertical em espaços apertados, efetuando a transição rápida para um voo horizontal de alta velocidade e silencioso rumo ao destino de entrega. Segundo a empresa, os dispositivos mantêm a estabilidade de voo mesmo em condições adversas do tempo.

Os novos drones têm alcance de 120 quilômetrosOs novos drones têm alcance de 120 quilômetrosFonte:  UPS/Divulgação 

Com esses recursos, a companhia de logística quer oferecer novas soluções de entrega, atendendo aos segmentos de entretenimento, industrial, hospitalidade e alta tecnologia. Além do varejo, a UPS começou a operar serviços de entrega por drones para o setor de saúde no ano passado, entregando milhares de amostras médicas por via aérea.

Experiência em projetos desafiadores

Parceira da UPS na construção das novas aeronaves não tripuladas, a Wingcopter tem grande experiência no ramo de drones de transporte, atuando em diferentes tipos de projeto em todo o mundo, de ações comerciais a trabalhos humanitários e de saúde. Entre os destaques estão a entrega de insulina em uma ilha irlandesa no Mar do Norte, na qual é difícil chegar por causa do mau tempo, e o transporte de vacinas para centros de saúde na ilha Vanuatu, na região sul do Oceano Pacífico.

Ainda não há previsão de quando o serviço começará a operar. Antes disso, as duas empresas precisam obter a certificação regulamentar para fazer voos de entrega comercial nos Estados Unidos com aeronaves não tripuladas.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
UPS anuncia nova geração de drones de entrega versáteis