Guia de videoconferência: os softwares mais usados

4 min de leitura
Imagem de: Guia de videoconferência: os softwares mais usados
Imagem: Shutterstock
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Em tempos de crise, é preciso recorrer a outros métodos para realizarmos as nossas atividades do dia a dia. Para reuniões ou encontro com os amigos e familiares, uma alternativa são os softwares de videoconferência, programas que tem ganhado destaque e chamado cada vez mais atenção do público agora que estamos precisando passar por um tempo de isolamento e longe das pessoas.

Se você está trabalhando de casa, fazendo o chamado home office, recorrer ao uso desses programas é uma ótima opção para não ter que sair de casa e conseguir manter contatos importantes e resolver problemas. Neste artigo, apresentamos algumas opções de ferramentas para videoconferência para facilitar seu trabalho e a comunicação.

Microsoft Teams

Microsoft TeamsMicrosoft TeamsFonte:  Microsoft Teams 

O Microsoft Teams é a ferramenta da Microsoft para trabalhos colaborativos. O programa antes era restrito aos assinantes do Office 365, mas agora está disponível para todos e ainda traz vantagens interessantes no ambiente empresarial. O software consegue criar videoconferências para até 300 pessoas, além de guardar 10 GB de arquivos por equipe e 2 GB por usuário.

Entre os recursos mais úteis do Microsoft Teams está a opção de edição de arquivos de forma colaborativa. Isso se resume em criar e editar arquivos de Word, PowerPoint, Excel e OneNote juntamente com outras pessoas e ao mesmo tempo, o que pode ser muito prático para algumas circunstâncias.

Clique aqui para conhecer e aprender mais a respeito do Microsoft Teams

Skype

SkypeSkypeFonte:  Skype 

O Skype é um velho conhecido do público e praticamente sinônimo para videochamadas em todo o mundo. Ele é mais voltado para o usuário doméstico, embora possua recursos que podem ajudar no ambiente corporativo, como o compartilhamento de tela e envio de anexos.

Para videoconferências, na conta gratuita é possível criar uma sala com suporte para até 50 participantes. Vale ressaltar que não é necessário estar cadastrado para usufruir das funcionalidades do software, mas a conta registrada dá acesso a configurações extras de perfil e outros ajustes para a conversa.

Clique aqui para conhecer e aprender mais a respeito do Skype

Zoom Meetings

Zoom MeetingsZoom MeetingsFonte:  Zoom Meetings 

O Zoom é o software da lista que mais tem ganhado notoriedade atualmente. Muitas são as empresas e as pessoas que estão utilizando esse programa para fazer reuniões e encontros por vídeo-chamadas. Apesar disso, essa ferramenta é mais voltada para o público corporativo e traz ferramentas que realmente destacam esse foco.

Com o Zoom Meetings é possível fazer reuniões com até 500 participantes. Além disso, também há suporte para webinários com um público de até 10 mil pessoas. Para fazer uma videochamada, não há segredo: é só o administrador da reunião criar uma sala e enviar o convite para os participantes, dispensando até mesmo uma conta para os que forem convidados.

Clique aqui para conhecer e aprender mais a respeito do Zoom

Google Meet

Google MeetGoogle MeetFonte:  Google Meet 

O Google Meet – também conhecido como Google Hangout Meet e às vezes confundido com o Google Hangout Chat – é outra ferramenta da Gigante das Buscas voltada para a interação entre pessoas. Contudo, o Meet tem como foco o público empresarial e se concentra especificamente na criação de salas de videoconferência.

O programa está disponível apenas para os assinantes do GSuíte, pacote corporativo da Google que oferece as ferramentas da empresa para criação de e-mails e gerenciamento de contas. O pacote também oferece a suíte de escritório que é rival do Office, mas igualmente funcional, além do Meet para as chamadas em vídeo. Neste momento a Google está liberando essa ferramenta para todas as contas do GSuíte e aumentando o seu limite de participantes para 250 pessoas, além das funções de transmissão ao vivo e gravações.

Clique aqui para conhecer e aprender mais a respeito do Google Meet

Alguns acessórios que podem te ajudar nas videoconferências

A seguir, separamos alguns acessórios com um bom preço e que podem te ajudar na hora de entrar em uma chamada de vídeo.

WebCam Logitech C270

Imagem: WebCam Logitech C270
Imagem: Tecmundo Recomenda

WebCam Logitech C270

Um acessório indispensável na hora dos vídeo chamadas, reproduz imagens em alta definição para você se captar o melhor.

Fonte:  Amazon Essa webcam da Logitech, modelo C270, é capaz de gerar imagens em resolução HP com sua câmera de 3 MP. Esse acessório é ideal para ser usado em videochamadas, especialmente se você não tem um notebook com câmera integrada ou se ela possui uma qualidade abaixo da média.

Microfone de Mesa, Alta Sensibilidade P2, Knup

Fonte:  Amazon Se a captação de áudio do seu dispositivo – seja o notebook ou smartphone – não está muito boa, uma opção é recorrer a um microfone dedicado. Esse acessório de mesa é muito útil para chamadas em vídeo e conversas por voz que vão se estender por muito tempo.

Fone de Ouvido com Microfone Sony MDR-ZX310

36% off
Imagem: Fone de Ouvido com Microfone Sony MDR-ZX310
Imagem: Tecmundo Recomenda

Fone de Ouvido com Microfone Sony MDR-ZX310

Fone de ouvido com microfone da Sony com som de alta qualidade.

R$ 154,00

Por fim, nossa última recomendação de produto é um fone de ouvido de qualidade. Esse tipo de acessório é muito importante se você está trabalhando em casa, especialmente para evitar distrações e interrupções a todo instante. Estamos falando de um fone de ouvido de uma boa marca, com microfone e capaz de produzir um som de qualidade para chamadas em vídeo.

*****

E aí, o que você achou da nossa seleção de programas e acessórios que podem te ajudar a trabalhar em seu home office? Gostaria de recomendar algum outro software ou produto? Deixe a sua contribuição nos comentários!

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Guia de videoconferência: os softwares mais usados