Flop? Magic Leap vende só 6 mil óculos de realidade mista em 1 ano

1 min de leitura
Imagem de: Flop? Magic Leap vende só 6 mil óculos de realidade mista em 1 ano
Avatar do autor

Com grande promessa de inovação, a Magic Leap lançou em 2018 seus óculos de realidade mista ao mercado norte-americano, mas parece que nem tudo saiu conforme o planejado. Segundo o The Information, a startup vendeu apenas 6 mil unidades de seu dispositivo em todo o período, quantidade muito abaixo do esperado inicialmente.

Isso porque há um ano, Rony Abovitz, fundador e CEO da Magic Leap, previa cerca de 1 milhão de óculos comercializados até a metade de 2019; depois essa meta foi reduzida para 100 mil. O jornal ainda aponta que a companhia teve consideráveis gastos ao longo de 2018 — entre US$ 40 milhões e US$ 50 milhões mensais — e perdeu dois membros de alto escalão de seu conselho econômico no ano passado.

Sundar Pichai, CEO da Google, deixou conselho econômico da startup. (Fonte: Wikipedia)

O primeiro a abandonar o barco foi Sundar Pichai, atual CEO da Google, seguido de Paul Jacobs, ex-presidente executivo da Qualcomm. Além disso, no mês passado, dois membros importantes de sua equipe pediram demissão: Scott Henry, chefe de finanças, e John Gaeta, vice-presidente sênior de estratégia criativa. A empresa também despediu dezenas de funcionários nas últimas semanas.

Próxima geração dos óculos de realidade mista da Magic Leap terá 5G. (Fonte: Magic Leap/Divulgação)

Tudo perdido?

Mas, aparentemente, nem tudo está perdido para a Magic Leap. De acordo com um relatório próprio, a empresa registrou mais de 2 mil patentes no início de 2019. Neste ano, ainda levantou mais de US$ 280 milhões em uma rodada de investimentos.  Com isso, ela já tem um protótipo da segunda geração de seus óculos, equipados com tecnologia 5G. Entretanto, vale lembrar, há pela frente potencial de concorrência de gigantes, como o Facebook, Apple e Microsoft.

Flop? Magic Leap vende só 6 mil óculos de realidade mista em 1 ano