Como rastrear um produto nos Correios?

4 min de leitura
Imagem de: Como rastrear um produto nos Correios?
Avatar do autor

Quem encomenda produtos pela internet com frequência já está familiarizado com o conceito relacionado às entregas de suas compras. Depois que o pedido é efetivado, as encomendas são separadas e enviadas para o endereço de destino, geralmente pelos Correios ou por meio de uma transportadora. Porém, nesse interim, existe um mecanismo que ajuda bastante a diminuir a ansiedade daqueles que não aguentam esperar seus produtos chegarem.

O rastreamento de encomendas é uma forma de checar em que etapa da entrega o seu pedido está. Por meio de um código ou dos dados pessoais do comprador, é possível saber se os produtos pedidos já foram enviados, se eles estão na cidade de destino ou se eles já saíram para entrega rumo ao endereço do destinatário.

A principal forma de entrega em nosso país é através do Correios. Por isso, neste artigo, vamos mostrar passo a passo tudo o que você precisa fazer para rastrear os seus produtos e encomendas que estão sendo entregues pelos Correios.

Como rastrear um objeto

Todas as vezes que você faz a compra de um produto que será entregue pelos Correios, o seu pedido gera um código de registro. Esse dígito, composto por 13 caracteres alfanuméricos, é o que permite a consulta e rastreio de sua encomenda.

O código de postagem é dividido em três partes: código de serviço, número + dígito verificador e o país de origem. O comprador pode consultar esse código por meio desta página.

O rastreio por meio dessa página pode ser feito para objetos individuais ou múltiplos objetos. Para esse último caso, basta apenas separar cada um dos códigos por um ponto-e-vírgula.

Consulta pelo CPF ou CNPJ

Caso você não tenha recebido o código de postagem, também é possível fazer a consulta por meio do CPF ou CNPJ. Contudo, a pesquisa por meio desses dados só é possível caso eles tenham sido informados no momento da postagem.

A pesquisa é realizada na mesma página em que podemos buscar pelos códigos de postagem. Basta apenas digitar o CPF e o CNPJ sem espaços ou caracteres especiais (espaços, pontos ou barras). Porém, o sistema também exige um cadastro para finalizar a consulta

Se você ainda não está registrado, o cadastro é rápido e vai te dar acesso ao sistema dos Correios. Assim que ele estiver finalizado, você pode consultar o CNPJ ou o CPF para ter acesso aos últimos 50 objetos associados a esse documento e que tiveram uma movimentação nos últimos 180 dias.

Como fazer o rastreamento internacional

Uma dúvida bastante comum relacionada às encomendas é quanto ao rastreio de pedidos internacionais. Afinal, grande parte dos produtos comprados pela internet, em especial em lojas como AliExpress, Gearbest e Bangood, são enviadas a partir de outros países, como a China. Como fazer o rastreamento, nesses casos?

De acordo os Correios, o nível de informação de rastreamento depende do serviço contratado pelo remetente. Ou seja, só é possível realmente saber os detalhes da encomenda se a empresa que enviou o produto utiliza um serviço que oferece esses dados.

Os códigos que iniciam com a letra “R”, por exemplo, não oferecem o rastreio ponto a ponto. Sendo assim, o nível de informação que essas encomendas fornecem é limitado. As informações geralmente só estão associadas a eventos como: recebimento no Brasil e entrega, tentativa de entrega ou aguardando retirada na unidade responsável.

Porém, é importante destacar que as próprias lojas também oferecem mecanismos que ajudam a rastrear a encomenda comprada. Lojas como AliExpress e Gearbest, por exemplo, mostram na página de acompanhando do pedido alguns status que podem ajudar. Outras empresas podem ainda usar o serviço de transportadoras independentes. Nesses casos, o código pode ser consultado no site dessas respectivas empresas.

Prepare-se para a Black Friday chinesa

A Black Friday é um período do ano em que o número de encomendas entregues pelos Correios cresce bastante. Porém, há outro dia do ano em que a empresa precisa trabalhar bastante: a Black Friday chinesa.

Em seu país de origem, o evento é chamado de Single’s Day (“Dia dos Solteiros”, em português). Esse único evento é capaz de movimentar o e-commerce mais do que a Black Friday de muitos países ocidentais, até mesmo dos Estados Unidos ou de vários outros combinados.

O dia tradicionalmente marcado para o evento é o dia 11 de novembro (11/11) de todo ano. O motivo? O número 11 representa, para eles, uma pessoa sozinha. No começo, o dia era apenas reservado para festivais, shows e outras formas de entretenimento; contudo, com o tempo, foi somado a esse significado descontos mais generosos no e-commerce chinês.

Lojas como AliExpress, Gearbest e Bangood participam desse evento. Como acontece todos os anos, descontos incríveis são disponibilizados para os visitantes e é realmente difícil não se segurar e acabar comprando uma coisa ou outra. Porém, caso você queira uma curadoria especializada, fique ligado aqui no TecMundo. Vamos estar atentos às melhores ofertas para compartilhar com vocês!

Mas o que as pessoas tanto compram?

Agora que você virou um expert no assunto, chegou a hora de conferir alguns dos dispositivos mais procurados pelos brasileiros na Black Friday chinesa:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Como rastrear um produto nos Correios?