Amazfit Verge: compensa comprar o smartwatch da Xiaomi?

3 min de leitura
Imagem de: Amazfit Verge: compensa comprar o smartwatch da Xiaomi?
Avatar do autor

Relógios são necessários desde sempre e até pouco tempo sua única função era marcar as horas. Os smartwatches surgiram para quem não se contenta somente com isso, pessoas que preferem ter mais funcionalidades em seu pulso e uma praticidade maior na rotina.

Esses relógios inteligentes que se conectam a outros aparelhos para ampliar funções de aplicativos, permitir o controle avançado de ferramentas e ter a capacidade de conectividade ampliada estão fazendo sucesso entre os consumidores. Mas, com tantas opções no mercado, qual versão escolher?

Amazfit Verge

(Fonte: Escolha Segura/Divulgação)

Antes de entrar em mais detalhes, vale posicionar o Verge em relação aos seus irmãos da linha Amazfit. O Amazfit Pace inaugurou a série e o Stratos surgiu logo depois com dimensões maiores e uma tecnologia à prova d’água.

O Amazfit Bip foi criado com a intenção de atingir uma gama maior do público e, portanto, ele ganha no preço; mas acaba perdendo no armazenamento e na qualidade dos materiais. Na sequência, o Amazfit Verge entrou no mercado elevando a competitividade. É sobre esse smartwatch que iremos falar.

Design

(Fonte: Escolha Segura/Divulgação)

Disponível nas cores azul, branca e preta, o Amazfit Verge tem um design mais simplista. Ele é muito parecido com um relógio normal, mas com uma pegada esportiva. Esse aspecto está presente graças ao uso de policarbonato em seu corpo, uma mudança positiva na linha Amazfit que, antes, construía a carcaça de seus modelos em aço.

A pulseira do Verge possui um sistema de presilha e pode ser trocada pelas demais versões disponíveis para a compra. Sua tela de 1,3 polegadas com uma resolução de 360x360 é protegida pelo Gorilla Glass 3 e possui tecnologia Amoled, sendo infinitamente melhor do que os seus antecessores nesse quesito — ponto para o Verge!

Em relação aos sensores de batimentos cardíacos também houve uma evolução. Esse modelo não marca batimentos “imaginários” quando não está no seu pulso, um erro que a Amazfit corrigiu. Ele só começa a contagem quando está em contato direto com a pele.

Funcionalidades e SO

(Fonte: pplware/Divulgação)

O Sistema utilizado é o Amazfit OS, que pode ser pareado tanto com IOS 9 quanto o Android 4.4. O Verge, já disponível na versão internacional, possui todas as funções básicas de um smartwatch. Além disso, ele ainda te ajuda a monitorar até onze atividades físicas, como corrida e bicicleta ao ar livre (com auxílio de GPS e GLONASS), tênis, futebol e até o treino de pular corda. Ele só não disponibiliza a opção de natação e triatlo, disponível no Stratos.

Um diferencial em relação aos seus irmãos é que com o Verge você pode atender e realizar chamadas, quando o dispositivo está conectado via Bluetooth ao seu celular. A qualidade do áudio não é lá a melhor do mundo, mas essa funcionalidade quebra um galho quando você precisa atender uma chamada, mas sua mão está ocupada.

Bateria e Configuração

(Fonte: pplware/Divulgação)

Ostentando uma memória interna de 4GB e um espaço livre de 2 gigas, o Verge permite que o usuário insira músicas e podcasts para ouvir em fones conectados via Bluetooth a ele. Mais que isso, na verdade: você vai poder sair para aquela corridinha ou a academia só com seu smartwatch e um fone, sem a necessidade de ter seu celular por perto.

Com 390 mAh de bateria, o Amazfit Verge fica vivo por até 5 dias com um uso moderado. Para usuários mais ativos, o tempo de duração pode ser menor. Seu carregamento é relativamente rápido, sem atrapalhar a rotina do usuário.

O Verge, além de tudo isso, ainda possui a função de monitoramento de sono e alarme que pode ser regulado em até três níveis. Como a tela acende quando você vira o pulso, ele também tem a opção de desligar a tela e programá-la para voltar às suas funcionalidades normais na hora que você quiser.

O que podemos concluir?

(Fonte: Escolha Segura/Divulgação)

Em relação aos modelos da linha Amazfit, o Verge pode ser considerado uma evolução do Pace, sendo um smartwatch ainda mais completo. Ele, contudo, não possui algumas funcionalidades do Stratos, como o modo triatlo ou o monitoramento de treinos de natação. Mas, se você não é um usuário que possui essa demanda mais esportiva, o Verge cai como uma luva.

Em resumo, ele é uma opção com um excelente custo benefício. Possui uma bateria que pode durar a semana inteira, faz registros precisos de atividades físicas devido ao GPS, acelerômetro e outros sensores, te permite ouvir sua playlist favorita a qualquer momento e fazer chamadas. Além disso, é estiloso e possui uma tela com alta resolução.

Na Gearbest, você encontra esse modelo por R$548,06 com 24% de desconto:

Mas se não gostar muito de comprar na gringa, ele também está disponível no Brasil. Pelo site da Amazon, você pode comprar esse smartwatch por R$749, 22.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Amazfit Verge: compensa comprar o smartwatch da Xiaomi?