Possível sucessor do Pixelbook, do Google, é aprovado nos Estados Unidos

1 min de leitura
Imagem de: Possível sucessor do Pixelbook, do Google, é aprovado nos Estados Unidos
Avatar do autor

Um dispositivo com todos os sinais de ser um Chromebook fabricado pelo Google foi aprovado pela FCC, a Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos. Caso seja realmente o que parece, podemos estar falando do Chromebook conhecido ainda pelo codinome Atlas, um sucessor do Pixelbook.

O Atlas vem sendo especulado há um bom tempo por especialistas e, caso ele realmente seja produzido, pode ser que seja revelado no evento da empresa focado em hardware, o Made by Google, onde também deve ser mostrado o aguardado celular Pixel 4.

A aplicação na FCC, no entanto, mostra um padrão muito parecido com o do Pixel Slate com uma diferença para o chip interno de WiFi e Bluetooth

O pedido de registro na FCC foi feito pela Quanta Computer, parceiro tradicional do Google na fabricação de dispositivos. O curioso é que o número de identificação do aparelho é HFSG021A — e essa parte final da numeração é muito similar ao que vimos no Pixel 3 (G013A) e no Pixel 3a (G020A).

Padrão de identificação

Vale notar, também, que os números de identificação do Pixelbook e do Pixel Slate seguem outra linha, mais parecida com o começo do registro do suposto Atlas, sendo respectivamente HFSC0A e HFSC1A. E isso deixou todo mundo bastante confuso. A aplicação na FCC, no entanto, mostra um padrão muito parecido com o do Pixel Slate com uma diferença para o chip interno de WiFiBluetooth — no caso, o Intel Wireless-AC 9260.

No fim das contas, pode ser que o Google tenha padronizado esse código de identificação para relacionar mais a linha Pixelbook com os smartphones da empresa, mas também existe a possibilidade de se tratar de um novo aparelho ainda desconhecido do público. Como o registro tem um termo de confidencialidade, não foi possível acessar imagens do dispositivo, portanto, só o tempo vai dizer o que a Google tem nas mangas.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Possível sucessor do Pixelbook, do Google, é aprovado nos Estados Unidos