Xiaomi domina o mercado indiano de TVs com 39% de participação

1 min de leitura
Imagem de: Xiaomi domina o mercado indiano de TVs com 39% de participação
Avatar do autor

A Xiaomi está comemorando um feito na Índia. Além de ser líder do segmento de Smart TVs na China, a empresa agora é a marca número 1 no mercado local, com 39% de participação.

Nos 14 meses em que está no país, a empresa vendeu mais de 2 milhões de unidades. As rivais LG, Sony e Samsung, juntas, detêm 41% do mercado e ocupam, respectivamente, segundo (15%), terceiro (14%) e quarto lugares (12%).

A informação divulgada pela IDC, referente ao primeiro trimestre do ano, mostra que a estratégia da empresa em entregar produtos de qualidade a preços competitivos e com baixa taxa de reparos (0,64%, quando a taxa média da indústria é de 2,6%) foi certeira. A Xiaomi ainda trabalha com o maior provedor de vídeo da Índia, o que garante a ela a vantagem de também entregar conteúdo.

MI Store na Oriental Pearl Tower em Xangai, China. (Fonte: Xiaomi/Divulgação)

Quando lançou sua primeira Smart TV na Índia, em fevereiro de 2018, a Xiaomi viu o aparelho se esgotar em menos de 10 minutos, mesmo custando US$ 625. Nos meses seguintes, a empresa colocou no mercado seus modelos mais baratos, variando entre US$ 190 e US$ 315. O sucesso foi o mesmo. Segundo a companhia, ela vende 5 televisores por minuto na Índia, o que representa 200 mil vendas ao mês.

Domínio na China

O domínio do mercado indiano segue o chinês. Em abril deste ano, o relatório da Aowei Cloud Network mostrou que a marca se tornou a mais popular no país graças ao aumento de unidades produzidas e comercializadas ao longo do ano passado. Foram 8,4 milhões de aparelhos vendidos no último trimestre de 2018, o que representa um aumento de 225,5% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Além da Xiaomi, o mercado de TVs da China é dividido entre Skyworth, Hisense, Haier e TCL. Segundo o site CNBeta, as marcas locais dominam 67% do mercado, enquanto as japonesas e as sul-coreanas ficam com 6% e 1% de participação, respectivamente.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Xiaomi domina o mercado indiano de TVs com 39% de participação