Já faz alguns anos que a fotografia analógica voltou a ter força em meio à era digital. A linha Instax, da Fujifilm, é um exemplo que resgatou a experiência de revelar instantaneamente as imagens e ganhou espaço em publicações nas redes sociais.

Atenta a esse mercado e à demanda dos apreciadores da fotografia monocromática — em especial ao feedback recebido por parte dos consumidores millennials e da geração Z —, a empresa divulgou na última segunda-feira (10) que retomará a produção de filmes em preto e branco com o modelo Neopan 100 Acros II.

Depois de um hiato de mais de 1 ano na produção de filmes monocromáticos, a Fujifilm anunciou a nova geração da linha Acros. O Neopan 100 Acros II será comercializado em formatos 35 mm e 120 mm e contará com a tecnologia Super Fine-Σ. "Esse filme de ISO 100 entregará resolução inigualável, granulação fina e nitidez com detalhes excepcionais", afirma a empresa em comunicado à imprensa.

Na nota, a Fujifilm destaca o desempenho do novo produto em comparação com o original, o Neopan 100 Acros. A novidade será comercializada ainda em 2019, mas o preço não foi divulgado pela empresa e inicialmente o filme estará disponível apenas no Japão, mas poderá chegar a outros mercados de acordo com a demanda.

Ressuscitou

A comercialização dos filmes monocromáticos tinha sido encerrada pela Fujifilm em 2018. A explicação para a descontinuidade, de acordo com o comunicado, foi a rápida queda na procura pelos filmes fotográficos ao longo da última década, além da dificuldade para encontrar matérias-primas.

Percebendo a demanda dos consumidores mais jovens, que se tornaram os "novos entusiastas do filme", segundo a nota, a companhia resolveu dar continuidade à linha de filmes em preto e branco.