Os AirPods 2 podem ficar mais tempo no mercado e retardar o anúncio da terceira geração dos fones de ouvido sem fio da Apple. A explicação para isso é que a Unitech Printed Circuit Board, fornecedora taiwanesa da empresa, recebeu um grande pedido de placas do tipo rígido-flexível usadas na fabricação do dispositivo.

As informações foram obtidas pelo site DigiTimes e abrem espaço para algumas especulações quanto ao futuro do produto, como mudanças em seu design e popularidade mundial. Uma fonte ligada à Unitech teria dito à publicação que a solicitação de remessas cobrem um período que vai até o início de 2020. Para atender a essa demanda, a fornecedora ampliará sua capacidade de produção em até 35% em relação ao habitual e construirá uma nova fábrica na China.

AirPods 3 com mudanças internas

Enquanto investe nos AirPods 2 por mais tempo, rumores apontam que a companhia de Cupertino trabalha para alterar o design interno dos AirPods 3. É provável que seja adotada a tecnologia SiP (System in Package), que reúne os principais componentes de um dispositivo em apenas um chip. A escolha pelo formato pode trazer mais eficiência energética e melhor desempenho ao aparelho.

Assim, a Apple deve abandonar o uso de placas rígido-flexíveis, que são formadas por finas camadas de filmes maleáveis com trilhas condutoras e funcionam como base de um circuito laminado que conecta os componentes de um aparelho eletrônico. Embora essas placas facilitem a organização interna dos dispositivos em geral, a versão SiP deve ser ainda mais compacta e oferecer melhorias importantes para os AirPods 3, além de torná-los mais leves e confortáveis.

Mercado dominado

Samsung, Huawei, Xiaomi, Sony e Google lançaram no mercado suas versões de fones sem fio, porém a Apple domina 70% da oferta mundial com seus AirPods, mesmo cobrando um preço bem salgado — no Brasil, custam R$ 1.679 na loja oficial da marca.

Segundo o DigiTimes, esse segmento teve 30% de crescimento anual, e a expectativa é que ele continue desse modo. Isso provavelmente estimulará outras companhias a investirem pesado no formato e, é claro, reduzirem a liderança da Apple.

Cupons de desconto TecMundo: