No dia 26 de abril, nos confins do Reddit, o usuário guisess93 publicou uma história que tinha acabado de ler no Facebook. Uma caixa de som da Marshall explodiu, destruindo parte da sala da casa de Hung Dao, que estava dormindo no cômodo ao lado e acordou com o barulho.

Felizmente, Dao não sofreu nenhum dano físico, mas a caixa de som desapareceu, transformando-se em pó. Apenas alguns pedaços em metal continuaram inteiros.

Fonte: Hung Dao/Facebook

A publicação de Dao no Facebook já teve mais de 3,7 mil comentários e 857 compartilhamentos. O vietnamita agradeceu a Deus por estar vivo e afirmou que, no momento do acidente, a caixa de som não estava ligada. Ele disse que entrou em contato com a empresa, que simplesmente empurrou para ele toda a responsabilidade pelo ocorrido, alegando que a razão para acidentes desse tipo é à má utilização do produto, quando os usuários não seguem as instruções dadas pela empresa.

Fonte: Hung Dao/Facebook

A explosão destruiu a mesa em que a caixa estava, queimou as paredes ao redor e rachou o vidro da janela do cômodo. guisess93 chegou a citar as “altas temperaturas” que a cidade tem enfrentado nos últimos dias — de acordo com ele, chegaram a 30 °C — como possível causa do acidente; mas, logo em seguida, ele descartou essa possibilidade.

Um fato curioso dessa história é que a caixa de som da Marshall que explodiu é do modelo Kilburn, palavra que é formada pela junção dos termos ingleses kill e burn (matar e queimar, em português). Isso foi o suficiente para gerar vários comentários engraçados na publicação de Dao no Facebook.

Fonte: Hung Dao/Facebook

Brincadeiras à parte, o acidente foi sério e poderia ter causado danos bem piores, se considerarmos que Dao não sofreu nem um arranhão. Já a Marshall poderia ao menos se dispor a analisar os fatos antes de culpar o usuário de imediato.