Em fevereiro falamos sobre um celular imenso da Energizer, que roubou a cena no Mobile World Congress (MWC) 2019 devido à sua incrivelmente “ridícula” bateria com capacidade de 18.000 mAh, capaz de dar ao dispositivo uma semana de autonomia e servir como powerbank. O Power Max P18K Pop chamou bastante atenção e tinha uma meta audaciosa no financiamento coletivo Indiegogo e… não vingou.

Após o anúncio na Espanha, o aparelho teve seu preço de crowdfunding estipulado em US$ 549, com promessa de entrega para outubro deste ano. O Power Max P18K Pop teria o processador Mediatek Helio P70, memória RAM de 6 GB, armazenamento interno de 128 GB, tela de 6,2 polegadas e proporção 18:9, duas câmeras frontais retráteis de 16 MP e 2 MP e três traseiras de 12 MP, 5 MP e 2 MP.

Acontece que, para entregar esse dispositivo, a Avenir Telecom estipulou um montante de nada menos que US$ 1,2 milhão. O projeto já foi encerrado com somente 11 apoiadores e 1% desse valor, com míseros US$ 15 mil. Ao que parece, o tanque robusto parece não ter sido o suficiente para seduzir os compradores — quem sabe com um design menos “rústico” e pesado e configurações técnicas mais potentes?

De qualquer forma, a ideia morreu, pelo menos por enquanto. E você, curtiria ter esse telefone?