A Adobe anunciou um novo recurso para o software de edição After Effects que permite apagar elementos de vídeos e fazer modificações automáticas para parecer que os objetos jamais estiveram presentes na gravação. A ferramenta é similar ao recurso Content-Aware Fill, lançado em 2010 no Photoshop, mas voltado para imagens em movimento.

Segundo a empresa por trás dos populares programas de edição, a nova ferramenta do After Effects foi concebida através de evoluções no recurso original do Photoshop, que veio recebendo grandes aprimoramentos com o passar do tempo. Além disso, a companhia também aplicou melhorias oferecidas pela plataforma de inteligência artificial Adobe Sensei.

A utilização do mecanismo também é similar ao presente no programa de imagens: o usuário circula o objeto com pontos e o software faz o trabalho de remoção. Como se trata de vídeo, porém, é necessário criar camadas extras para fazer o recurso funcionar, mas o trabalho é bem mais fácil e automatizado do que editar frame por frame da gravação. O resultado final também é impressionante, como demonstrado no vídeo acima.

Como o Content-Aware Fill do After Effects utiliza recursos de inteligência artifical, parte do processamento da ferramenta é feita em nuvem, enquanto o restante do trabalho fica por conta do hardware do computador, de forma local. Logo, é necessário ter uma máquina potente para conseguir tirar todo o proveito do software, que já é conhecido por não ser leve. Além de ser utilizado para edição, o programa também conta com recursos voltados para animação e computação gráfica, que exigem mais potência na hora da renderização.

Imagem: Adobe

O Content-Aware Fill para vídeos está disponível no update de abril do After Effects por meio do Adobe Creative Cloud. Confira mais informações sobre a tecnologia no site da empresa, que traz alguns tutoriais detalhados de como utilizar a novidade.