Hoje, durante evento em San Francisco, Navin Shenoy, vice-presidente executivo da Intel e gerente geral de Data Center Group, anunciou oficialmente a segunda geração dos processadores Intel Xeon Scalable, o que inclui o novo modelo Intel Xeon Platinum 9200, com até 56 núcleos e capacidade superior à 3 TFLOPS de poder computacional.

Ao todo, foram seis principais novas linhas de CPUs para data center, são elas: Intel Xeon Platinum 9200, Intel Xeon Platinum 8200, Intel Xeon Gold 6200, Intel Xeon Gold 5200, Intel Xeon Silver 4200 e Intel Xeon Bronze 3200. Cada linha tem submodelos, que atendem às diferentes demandas de aplicações dos inúmeros parceiros da marca.

Dentre os chips mais robustos, o Intel Xeon Platinum 9282 é o top de linha, sendo equipado com 56 núcleos (portanto capaz de trabalhar com até 112 threads) e 77 MB de memória cache L2. Este chip pode atuar com 12 canais de memória (com clock de até 2.933 MHz), frequência de até 3,8 GHz em modo turbo e num TDP de 400 watts.

Processador Intel Xeon 9200

É interessante notar que a Intel não focou apenas em melhores especificações, mas trouxe novidades importantes para o segmento, incluindo a capacidade de trabalhar com inteligência artificial. Segundo informação oficial, a tecnologia Intel Deep Lerarning Boost pode acelerar o processo de inferência em até 14 vezes. Vale notar que os novos Intel Xeon podem trabalhar em plataformas de 1, 2, 4 e 8 sockets.

Focando nos dados

As novidades da Intel vêm para dar continuidade à filosofia Data Centric da empresa, que visa atender de forma completa a ideia de “Transfer, Store and Process” (transferir, armazenar e processar), de modo que a companhia lançou um portfolio completo de produtos, que inclui novas soluções de rede e armazenamento.

Quanto aos produtos que vão complementar a linha de componentes para servidores, vale enfatizar a chegada da Intel Optane DC Persistent Memory. Trata-se de uma solução compatível com a segunda geração de processadores Intel Xeon Scalable que pode atuar tanto como memória RAM quanto como uma memória persistente.

A Intel Optane DC Persistent Memory chega em versões de 128 GB, 256 GB e 512 GB. Ela usa a interface DDR4 para se comunicar com a CPU, sendo capaz de atuar como um componente comum de memória, mas permitindo aos desenvolvedores manterem dados essenciais de forma permanente no módulo graças à característica persistente.

Optane DC Persistent Memory

Além dessa memória, a Intel também revelou novos SSDs: o Intel Optane SSD DC D4800X (Dual Port) e o Intel SSD D5-P4326. O D4800X é um produto que conta com o fator de redundância, ideal para cenários em que não pode haver falha no acesso aos dados, enquanto o D5-P4326 usa tecnologia QLC de 64 camadas que entrega muito espaço por um preço acessível em atividades de leitura intensa.

Para finalizar, a Intel também lançou novas soluções de rede, como o adaptador Intel Ethernet 800 tecnologia ADQ (Application Device Queues), a qual melhora o tempo de resposta com previsibilidade enquanto reduz a latência na transferência de dados. Equipado com portas que podem transferir até 100 Gbps, este novo modelo é focado em computação na nuvem e inúmeros segmentos empresariais.

Vale notar que a segunda geração Intel Xeon Scalable, o processador Intel Xeon D-1600 (um SoC focado em ambientes com espaço e energia limitadas), a Intel Optane DC persistent memory e o Intel SSD D5-P4326 já estão disponíveis a partir de hoje. Os demais componentes devem chegar em breve.