A ideia surgiu em “De Volta Para o Futuro 2”, virou um mimo para colecionadores com venda limitada e depois passou a ser um produto para o consumidor final. Agora, a Nike usa a tecnologia desenvolvida com o Air Mag e com o HyperAdapt 1.0 para criar novos tênis, com ajuste automático via app.

O pé de um atleta pode se expandir bastante ao longo de uma partida de basquete

Segundo o anúncio oficial da companhia, a novidade vem para “fornecer um ajuste verdadeiramente personalizado para cada jogador de basquete", graças ao sistema chamado FitAdapt, que também pode ser adaptado manualmente com botões físicos nos próprios calçados. A empresa destaca que, no decorrer de um jogo de basquete, o pé de um atleta pode se expandir em quase metade do tamanho. Isso pode afetar o nível de conforto, os movimentos e até o desempenho na quadra.

O diretor criativo de inovação da Nike, Eric Avar, diz que a empresa escolheu o basquete como o primeiro esporte a apresentar o Adapt BB e a tecnologia FitAdapt devido às exigências da modalidade. Dar aos jogadores a habilidade de soltar ou apertar rapidamente seus tênis durante um jogo, disse ele, é um elemento chave que a gigante da moda esportiva acredita que "irá melhorar a experiência do atleta".

Como funciona?

O Adapt BB usa duas tecnologias de malha, a Flywire e a Flyknit, criadas para oferecer às pessoas a sensação de um ajuste personalizado. Um motor desenvolvido especialmente para o produto possui engrenagens que detectam a tensão necessária para o seus pés e ajustam-se de para mantê-los confortavelmente presos aos calçados.

A ideia é que o usuário possa mudar rapidamente as configurações de ajuste ao longo de um jogo

A Nike diz que seu novo sistema de amarração pode criar 14,5 quilos de força, aproximadamente a mesma energia necessária para puxar um cabo de pára-quedas padrão, permitindo que ele permaneça bloqueado em qualquer faixa de movimento de um jogador. Com o app Adapt, os usuários podem inserir configurações de ajustes diferentes ao longo de uma partida e alterar as cores do LED nos tênis.

O outro benefício de ter uma conectividade sem fio é o suporte a atualizações de firmware, o que permite a adição de recursos e melhorias no futuro. Por exemplo, a Nike diz estar trabalhando em uma maneira distribuir diferentes configurações de ajuste para aquecimento. A ideia é oferecer mais serviços digitais ao longo do tempo, como o Save Your Fit, que permite que os jogadores gravar suas combinações automáticas prediletas.

A companhia adianta que em breve deve ampliar a linha para outras modalidades esportivas. Por enquanto, não há mais detalhes sobre recarga e bateria ou preço do Adapt BB — a ideia é oferecer produtos na faixa de US$ 350 (R$ 1.304 na conversão direta), mas como o lançamento está previsto para fevereiro, pode ser que tenhamos essas informações muito em breve.