Bem, mostrar protótipos de celulares dobráveis para clientes, a porta fechadas, não é assim uma novidade para a Samsung durante a Consumer Electronics Show (CES) 2019. Já faz uns 4 anos que a companhia vem ensaiando a chegada desse aparelho, e nesta temporada não é diferente.

Entre os parceiros presentes no 'encontro secreto' estavam operadoras de telefonia

A mesma fonte coreana que vazou as informações nos anos anteriores diz que houve mais uma vez uma reunião sigilosa, envolvendo parceiros da Sammy — entre eles as operadoras que trabalhariam com esses telefones. Um executivo do alto escalão de uma das companhias convidadas até mesmo disse alguns detalhes sobre o aparelho. A fabricante estaria em fase de aperfeiçoamento, para que software e hardware funcionem de forma otimizada com o processador.

"Quando aberto, o telefone dobrável da Samsung não mostra nenhum vinco indicando que ele foi dobrado", revela o executivo, que elogiou a suavidade da tela. Ele disse também que a Sammy "vem testando o dispositivo para que os lados permaneçam levemente levantados quando dobrados. O protótipo visto hoje (9) deixa uma marca quando dobrado, mas esse problema será corrigido na versão finalizada".

Samsung

A empresa sul-coreana fez uma pequena demonstração durante a Samsung Developer Conference 2018, em novembro, em São Francisco (EUA), com uma rápida apresentação do dispositivo — parecido com um tablet de 4,6 polegadas quando está fechado e de 7,3 polegadas ao se abrir. O produto estaria sendo desenvolvido para atingir o nicho corporativo, um público mais velho, na faixa dos 40 anos, já que ele promete ser bastante caro.

E aí, será que neste ano sai esse aparelho? Ao que parece, estamos mais perto desse lançamento, até porque concorrentes como a Xiaomi também estariam prestes a colocar um celular dobrável no mercado. É aguardar para ver.