Tudo corria bem em na área de estacionamento de uma oficina na cidade de Los Gatos, nos Estados Unidos, quando um Model S, da Tesla, começou a pegar fogo. O incêncio ocorreu em um veículo que não estava sendo reparado no momento nem havia se envolvido em qualquer acidente, revelam as autoridades locais.

Ninguém se feriu durante ocorrido e o fogo foi controlado depois de alguns instantes. Depois disso, o veículo com a parte frontal toda queimada foi levado por um reboque até um ferro-velho e... Pegou fogo outra vez. As chamas começaram sozinhas e também foram logo controladas pelos bombeiros.

À rede de TV NBC Bay Area, o dono do possante afirmou que a sua mulher disse “chega de Teslas” após o ocorrido. A fabricante de veículos autônomos e elétricos garante já averiguar o ocorrido. “Estamos investigando o assunto e estamos em contato com os socorristas locais. Ficamos felizes que ninguém se machucou”, afirmou a companhia em nota.

O guia de emergência a respeito de seus veículos no qual a Tesla instrui os bombeiros permanecerem no local por algum tempo após o controle de um incêndio em um de seus veículos. Isso porque as baterias de lítio usada nos modelos da empresa podem voltar a pegar fogo mesmo após as chamas terem sido apagadas pela primeira vez.

Ainda de acordo com a publicação, os bombeiros afirmaram que incêndio em veículos da Tesla é raro e que é cerca de cinco vezes mais provável presenciar uma situação dessa em um carro movido a gasolina.