Dirac Bass faz pequenas caixinhas terem poderosos graves

1 min de leitura
Imagem de: Dirac Bass faz pequenas caixinhas terem poderosos graves
Avatar do autor

Para melhorar essa experiência com pequenos alto-falantes, a Dirac (empresa sueca especializada em otimização de áudio digital) anunciou um novo recurso — que curiosamente explora limitações auditivas humanas — o Dirac Bass.

Contornando as limitações físicas provocados pelo tamanho, a solução da Dirac utiliza Dynamic NLD (dispositivo não linear) — artifício capaz de gerar notas artificiais algumas oitavas acima da original e “enganar” nossa audição. Assim, permite que sons com frequência de até 30 Hz, emitidos por pequenas caixas de som, sejam escutados como graves mais naturais.

Não só permite que simulem a frequência, como torna o grave mais claro em dispositivos já capazes de reproduzi-la.

A técnica, consequentemente, aumenta a vida útil dos alto-falantes. Visto que não serão mais sobrecarregados na tentativa emitir frequências inalcançáveis.

As fabricantes de dispositivos de áudio também serão benefícios com a técnica. Uma vez que os graves não são tão exigentes, as desenvolvedoras podem criar dispositivos com caixas de som menores, que consomem menos energia e com menor custo — sem abrir mão de qualidade sonora.

As aplicações da tecnologia são inúmeras. É esperado que futuros dispositivos mobile, como smartphones Xiaomi e Oneplus (que já são associadas com a Dirac), sejam os primeiros a receber a novidade.

No entanto, o Dirac Bass só estará disponível em conjunto com Dirac Panorama Sound ou Dirac Power Sound (outros recursos também voltados para aprimoramento de áudio em pequenos dispositivos). A empresa ressalta também que não espera trazer o aprimoramento para dispositivos já existentes.

A novidade será apresentada oficialmente durante a CES 2019, em Las Vegas.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Dirac Bass faz pequenas caixinhas terem poderosos graves