Observar e fotografar estrelas podem ser uma tarefa bastante difícil com câmeras não profissionais. Embora aquelas poderosas lentes sejam capazes de produzir majestosas imagens do céu, seu preço é pouco acessível e são bastante espaçosas. Atendendo a esse desejo de capturar fotos de corpos celestes, a TinyMOS lança mais uma de suas pequenas — e poderosas — câmeras.

Desenvolvedora de outra poderosa câmera, a Tiny1, a startup anunciou sua nova Nano1: três vezes menor e ainda assim capaz de tirar belas fotos de céus estrelados. A câmera utiliza o chip Sony IMX377 (presente em outros dispositos, como o Xiaomi Y) e softwares de cancelamento de ruído do próprio empreendimento.

No vídeo, o sistema de cancelamento de ruído ainda não foi aplicado.

Equipada com bateria — também pode estar acompanhada de um kit para bateria externa —, a câmera traz um recurso já presente no modelo anterior: a capacidade de alterar suas lentes (logo, tirar vantagem de lentes mais poderosas do que as que já acompanham o dispositivo), inclusive adaptadores para lentes Nikon, Sony e Canon, aumentando o leque de opções.

Como dito anteriormente, o objetivo do equipamento é tirar fotos a grandes distâncias e com pouca iluminação (como o céu estrelado). E, embora seja um projeto por crowdfunding, a TinyMOS já é conhecida pelo seu produto anterior, portanto, deve se comprometer com o cronograma estabelecido.

O esperado é que as câmeras comecem a ser entregues em maio do próximo ano. As opções de compra começam com valores de US$ 389.