A Apple registrou a patente de um recurso que pode revolucionar os seus relógios inteligentes. De acordo com o documento publicado no site do U.S. Patent and Trademark Office (USPTO), órgão de registros e patentes dos EUA, a ideia é dotar os Apple Watch do futuro com câmeras e sensores.

Esse conjunto estaria localizado nas pulseiras e daria a versões LTE do relógio a capacidade de ser usado para chamadas do FaceTime. Segundo a patente, ele teria sensores e duas câmeras, uma em cada ponta da pulseira, oferecendo um amplo campo de visão e captura simultânea de “imagens em movimento” das duas lentes.

Apple WatchApple Watch teria duas câmeras grande-angular para oferecer um amplo campo de captura. (Fonte: USPTO)

Um processador dentro do relógio seria capaz de reunir todas as imagens capturadas e mostrá-las como uma só. O sistema de rastreamento de imagem presente nesse chip conseguiria oferecer sempre o melhor ângulo possível da exibição do rosto de acordo com a posição do usuário, segundo revela a patente.

Apple WatchUma câmera em cada ponta da pulseira. (Fonte: USPTO)

O documento cita a presença de diferentes tipos de lente, como olhos de peixe, estereoscópica e com zoom, sugerindo que a Apple poderia vender diversas pulseiras com lentes distintas. Cada acessório ofereceria um tipo de imagem e, obviamente, seria um incentivo para que um mesmo usuário compre várias pulseiras.

Como toda patente, ainda não há qualquer previsão de quando isso sairá do papel, mas, sem dúvida, seria uma grande adição ao já bem-sucedido Apple Watch.

Cupons de desconto TecMundo: