Lenovo entrou no mundo da realidade virtual com o lançamento de seu headset Mirage Solo. O problema é que o design dos óculos era impressionantemente parecido com o do PlayStation VR, o headset de realidade virtual desenvolvido pela Sony. Acontece que agora a Lenovo vai pagar direitos para a Sony para poder comercializar seu produto, provavelmente para evitar aquele processinho por quebra de patente.

O design confortável do PlayStation VR o destacava entre seus concorrentes e foi copiado por uma série de outros dispositivos similares

Não se sabe muitas informações a respeito desse acordo entre as empresas, apenas suspeita-se que a medida foi tomada pela Lenovo para evitar ter que encarar a Sony na justiça. Ainda assim, Yao Li, vice-presidente da Lenovo, afirmou que as duas empresas estão trabalhando em conjunto para aumentar consideravelmente a sofisticação do design e apelo do mercado em rápida expansão de VR”.

O design confortável do PlayStation VR o destacava entre seus concorrentes e foi copiado por uma série de outros dispositivos similares. O Mirage Solo fez o mesmo, mas também teria copiado quase todo o resto do headset, tornando-o suspeitamente parecido com o aparelho da Sony. Confira as semelhanças:

aPlayStation VR (esq.) e Mirage Solo (dir.): o design parecido fez a Lenovo pagar para a Sony por direitos

Porém, com a Sony tendo licenciado o design do PlayStaion VR para a Lenovo por dois anos, aparentemente o antes poderia terminar nos tribunais poder se tornar uma aliança que vai dar bons frutos no desenvolvimento das tecnologias de realidade virtual.