E aí galera, só nos computer? Vocês que acompanham o mercado gamer sabem como o segmento de periféricos está bem diversificado. Com a chegada de novos “players” neste concorrido setor de teclados, mouses e periféricos, o consumidor fica cada vez mais perdido entre tantos modelos e marcas.

Todavia, há algumas marcas que, mesmo não tão conhecidas, se destacam pela fama e qualidade. É o caso da Ducky, que está entre as melhores para os gamers exigentes. A fabricante que sempre prezou por qualidade se destacou ao longo dos anos pelos designs diferenciados, não necessariamente em layout, mas na composição.

Neste ano, nós pudemos conferir algumas surpresas da empresa taiwanesa durante a Computex, ocasião em que ela lançou modelos comemorativos e também revelou algumas edições especiais. Entre os tantos dispositivos apresentados, um que chamou atenção foi o Ducky One 2 Horizon.

Logotipo Ducky One 2 Horizon

O modelo que leva esse nome devida a sua paleta de cores se assemelha ao produto antecessor, mas conta com algumas novidades em design e chega com diferentes de iluminação. Eu pude testar o modelo TKL (que não tem o teclado numérico e, portanto, tem 80% do tamanho do modelo completo) sem retroiluminação.

Especificações

  • Modelo: DKON1887
  • Tipo: Mechânico
  • Switch: Cherry MX Silver
  • Interface: USB 2.0
  • Teclas simultâneas: USB N-Key Rollover (NKRO)
  • Material das teclas: PBT
  • Impressão de caracteres: Double-Shot
  • Dimensões: 36,5 x 13,5 x 4,0 cm
  • Peso: 0,95 kg

Design maravilhoso

Como toda análise de periférico, eu acho sensato começar falando de design, afinal esta é uma das características que mais chama a atenção em muitos modelos e, mesmo sendo algo superficial para muitos gamers, acaba sendo importante para outros tantos, já que é algo que vai completar o setup.

No caso do Ducky One 2 Horizon, eu acho sensacional o fato de a marca taiwanesa trocar as cores tradicionais que vemos em outros tantos concorrentes por tons chamativos. Este modelo com pigmentos azulados bem cintilantes chama muita atenção, tanto que muitos amigos me perguntaram qual era o produto, já que o colorido reforçado é um grande diferencial.

Cores Ducky One 2 Horizon TKL

É importante eu comentar de antemão que os designers da Ducky fazem um trabalho impecável nesse sentido, ao combinar diferentes tonalidades. Há pelo menos cinco tons de azul, aplicados no chassi, nas teclas e também nos caracteres. Além disso, o uso das cores laranja deixa o modelo ainda mais chamativo.

No todo, ele passa tanto a sensação de colorido do horizonte, com um azul expressivo do céu e alguns tons de laranja do Sol, ou de um modelo quase retro, já que puxa muitas cores que eram usadas nos anos 1980. Talvez minha única reclamação seja quanto ao branco usado nos caracteres das teclas laranjas.

Ainda em questão de design pensado para função, vale mencionar que a Ducky fez um bom trabalho na hora de projetar o sistema de elevação do teclado. Na parte inferior, há dois pezinhos com três regulagens de altura, para que o jogador escolha o mais adequado. Infelizmente, todavia, não há apoio para os braços.

Cabo e pé Ducky One 2 Horizon

Claro que um produto tão distinto acaba sendo lindo para mostrar para a galera, mas é muito difícil conseguir acessórios que combinem, o que acaba sendo um problema para quem gosta de um setup todo na mesma cor. O cabo na cor preta também distoa do restante, mas este é um mero detalhe.

Bom, mesmo sabendo que a Ducky não tem representatividade significativa aqui no Brasil, eu acho justo comentar que o layout padrão do produto é americano, o que pode dificultar um pouco as coisas para os gamers daqui.

Qualidade de primeira

O Ducky One 2 Horizon apresenta uma pintura de primeira, que se destaca pelo brilho que se destaca contra a luz, quase como se ele tivesse recebido uma camada de purpurina, mas nada muito gritante. O colorido, no entanto, não é uma simples camada de tinta, trata-se do próprio material da tecla, o que evita descascamento.

Ainda falando em acabamento, vale mencionar que a marca capricha demais nas curvas, bordas e retas do produto. Todo o design do Ducky One 2 Horizon é projeto para garantir o máximo conforto e evitar quaisquer prejuízos ao jogador. Os espaçamentos são muito bem planejados e as arestas também.

Cherry MX Silver One 2 Horizon

Sobre qualidade propriamente dita, eu achei muito boa a resistência das teclas, que parecem mais duras e não devem sofrer com os efeitos do uso prologado. As keycaps são mais grossas, então mesmo para quem joga com mais afinco, este teclado da Ducky deve aguentar o tranco.

Outro ponto interessante que destaca a qualidade deste Ducky é a presença dos switches Cherry MX. Os modelos instalados nesta versão especificamente são do tipo Silver, que apresentam similaridades com o Red, mas se mostram ainda mais silenciosos e apropriados para digitação.

A força de ativação do Cherry MX Silver é de 45G, sendo então a mesma que a do MX Red. O diferencial fica por conta do ponto de ativação que aqui é de 1,2 mm, enquanto no Red é de 2,0 mm, ou seja, o caractere é registrado com mais rapidez, garantindo que a tecla volte ao seu estado inicial e possa ser reativada com mais velocidade.    

Vale a pena?

No fim do dia, o Ducky One 2 Horizon é exatamente o que eu esperava, um teclado de altíssima qualidade e com design de primeira. Apesar disso, ele não deve ser o mais interessante para muitos gamers, já que ele se mostra muito mais adequado para usuários que se importam com design.

A falta de opções para configurações de macros (e não estou falando de teclas dedicadas), sistema de retroiluminação (que ainda que seja apenas estético para alguns, pode sim ser usado de forma tática para determinadas situações) ou mesmo teclas multimídia dedicadas são alguns indícios que deixam ele atrás de alguns concorrentes.

Visual Ducky One 2 Horizon TKL

Importante notar, contudo, que a Ducky não concorre diretamente com teclados comuns, já que a marca pretende “correr por fora” ao trabalhar com produtos mais exclusivos e diferenciados. De qualquer forma, para o consumidor em geral, certamente o Redragon Kumara talvez chame mais atenção pelo visual compacto e similar.

Aliás, aqui eu chego num ponto importante a ser comentado. O Ducky One 2 Horizon custa 650 reais em sua versão full (com teclado numérico), enquanto os modelos TKL chegam na casa de 550 reais até 600 reais. São valores irreais para a maioria dos gamers, que possivelmente vão acabar optando por produtos de marcas como Corsair ou Razer.

Esta questão do preço não é uma novidade em produtos da Ducky, que eu já havia comentado em outros carnavais que realmente custava caro dado a qualidade elevada. O One 2 Horizon é um teclado muito bom, que vale a pena para os fãs de um design chamativo, mas ele não é um campeão em custo-benefício, então não deve ser bem o mais adequado para você que só quer um produto bom para jogar.

...

Gostou desta matéria? Quer saber mais de hardware? Então, você pode acompanhar outros conteúdos de hardware no canal The Hardware Show no YouTube.

Pintou dúvidas? Quer trocar ideias de hardware e jogos? Então entre no The Hardware Group: https://goo.gl/wJwjCQ (no Facebook)

Buscando amigos para jogar e fazer piadas? Faça parte do grupo do The Hardware Show no Discord: https://discord.gg/6Z7bwuc

Quer ver fotos e dicas dos próximos THS? Então, siga o Fábio Jordan no Instagram no @fabiojordan: https://goo.gl/PBvQw8