Um fotógrafo criou um obturador fotográfico que tem tempo de exposição de 1.000 anos — sim, mil anos — para registrar fotografias ao redor de um lago nos Estados Unidos. A ideia de Jonathon Keats é capturar em uma imagem todas as possíveis alterações na região do Lago Tahoe Basin durante um milênio inteiro.

Em entrevista ao site PetaPixel, Keats afirma que a o objetivo por trás de tudo é “documentar os efeitos a longo prazo da mudança climática” no lugar. Para isso, ele criou as câmeras fotográficas estenopeica (pinhole) chamadas de Millenium Cameras, todas com o seu obturador especial, e as posicionou em quatro pontos próximos do lago — norte, sul, leste e oeste.

“A luz entra por meio de um pinhole e foca em um pigmento rosáceo. Conforme a cor esmaece onde a luz é mais brilhante, uma imagem positiva se desenvolve ao longo do curso de 1 mil anos”, explica a reportagem.