Uma das várias novidades anunciadas hoje pela Huawei foi o Mate 20 X, um phablet dedicado a games e produtividade com tela de 7,2 polegadas. As suas especificações contam com o novo chip Kirin 980, 6 GB de RAM e 128 GB para armazenamento interno, mas um dos grandes destaques fica por conta método de resfriamento usado pela fabricante.

Isso porque o Mate 20 X é o primeiro smartphone do mundo a contar com um sistema de resfriamento composto por filme de grafeno. Esse elemento é combinado com uma câmara de vapor para garantir que tudo fique frio enquanto o usuário se diverte na jogatina ou realiza outras tarefas que exigem bastante do hardware.

Selecione outro aparelho e compare
ChipsetHuawei HiSilicon Kirin 980
Memória RAM6 GB
Armazenamento Interno128 GB
Câmera Traseira12 MP (f/1.8) + 8 MP (f/2.4, 52mm) + 16 MP (f/2.2, 17mm)
Câmera Frontal24 MP (f/2.0, 26mm, wide)
Capacidade de Bateria5000 mAh
Tamanho de Tela7,2 polegadas
Resolução de TelaFull HD+ (1080 x 2244 pixels)
comparar mais produtos →

Por que o grafeno?

Um dos elementos apontados como o futuro da indústria, o grafeno é um condutor térmico 2,8 vezes mais eficiente do que o cobre, material comumente utilizado em esquemas de resfriamento. Essa adição deixa o novo processador Kirin 980 livre para oferecer altíssimo desempenho sem ser comprometido por calor excessivo.

Essa é a primeira vez que tal tecnologia é incluída em um smartphone, mas não é a primeira iniciativa da Huawei com o grafeno. Em 2016, a fabricante chinesa apresentou o protótipo de uma bateria de lítio assistida por grafeno com durabilidade maior do que as baterias de lítio tradicionais.