Segundo a firma analista de mercado Strategy Analytics, o mercado global de fones de ouvido sem fio deve atingir 73,9 milhões de unidades em 2019 e 100 milhões em 2022 — principalmente porque enquanto a oferta e a qualidade aumenta, os preços caem. Muitas das fabricantes de smartphones já nem mesmo oferecem entradas de 3,5 mm em seus aparelhos e agora a Samsung estaria pensando em fazer o mesmo com seus dispositivos premium.

Com espaço extra, fabricante poderia incluir novos ou mais sensores e até aumentar a capacidade da bateria

De acordo com o site coreano ETNews, uma fonte próxima da cadeia de suprimentos afirmou que a companhia pensa seriamente em eliminar essa entrada e, ainda que isso não aconteça com o vindouro Galaxy S10 no início do próximo ano, é possível que já vejamos a mudança no Galaxy Note 10 ou no Galaxy S11. Os usuários teriam que utilizar a conexão Bluetooth para ouvir wireless ou usar um adaptador de 3,5 mm para USB Tipo-C, para usar a entrada de recarga com os fones.

Ainda não se sabe a razão exata para essa mudança, visto que ela vem relativamente tardia. Alguns apostam que seria uma estratégia para promover o lançamento dos fones sem fio Samsung Buds; outros acreditam que seria uma forma de aumentar a capacidade das baterias. Há quem acredite que o espaço extra possa ser utilizado também para embutir novos ou mais sensores.

fone sem fio samsungOs fones sem fio Samsung Gear IconX. Fonte: Samsung

Fica a dúvida, mas não seria surpresa se isso acontecesse, porque essa é uma tendência crescente e não parece incomodar os usuários dessa faixa de preço de produtos.

Enquanto essa novidade não chega, separamos algumas ofertas da linha Galaxy Note, confira:

Galaxy Note 8
Galaxy Note 9