Facebook anunciou nesta segunda-feira (8) o lançamento dos smart displays Portal e Portal+, concorrentes do Amazon Echo Show focados em conversas por vídeo entre amigos. Essa será a primeira linha de hardware lançada com a marca Facebook e começará a ser vendida em novembro.

Embora possa reproduzir músicas no Spotify e vídeos do Facebook Watch, o anúncio do Facebook deixou bem claro que as conversas por vídeo são o grande destaque dos novos produtos. Com eles, o usuário pode sincronizar sua conta do Facebook e fazer ligações para os amigos usando o Messenger.

Os smart displays contam com uma câmera equipada com inteligência artificial que reconhece o corpo do usuário e o acompanha enquanto ele anda pelo ambiente. O objetivo é reproduzir a sensação de estar conversando com outra pessoa no mesmo cômodo, por mais que você esteja falando com alguém em outra cidade ou país. O Facebook diz ainda ter trabalhado com produtores de Hollywood para dar aos vídeos um aspecto simultaneamente natural e cinematográfico.

A principal diferente entre os dois modelos está no tamanho, com a versão básica trazendo uma tela de 10,1 polegadas (e resolução de 1280x800), enquanto o maior tem 15 polegadas (e resolução 1080p). O Portal+ também tem caixas de som maiores e de maior qualidade. Ambos podem ser ativados através do comando de voz “Hey, Portal”.

Eles também tentam se diferenciar do concorrente com funções de realidade aumentada, mostrando desenhos na tela durante a ligação, uma opção que pode ser utilizada por pais ou responsáveis enquanto contam uma história para crianças durante uma viagem, por exemplo.

Mas a grande dúvida para os consumidores interessados não deve ter relação com novas ferramentas ou funções e sim com os escândalos de privacidade e segurança que a empresa enfrentou no último ano. O anúncio dos produtos chegou a ser adiado com a esperança de que a imagem pública da companhia iria se recuperar nesse período.

Para tentar aliviar essa sensação de que está sendo espionado ao colocar uma câmera do Facebook na sala de casa, a equipe incluiu opções de privacidade no aparelho. Uma peça móvel pode cobrir a câmera fisicamente e o botão de desativar o microfone corta o circuito, impedindo que ele seja acessado pelo software e possa ser invadido por um hacker.

Tanto o Portal como o Portal+ estão em pré-venda, com o modelo menor custando US$ 199 e o maior US$ 349. Há um desconto de US$ 100 para quem comprar dois aparelhos e o Facebook espera que os consumidores aproveitem essa opção para dar um dos modelos de presente para o parente ou amigo com quem você pretende conversar.