A Microsoft realizou hoje (24) a primeira demonstração pública do Surface Hub 2, a tela gigante construída como parte dos esforços para “modularizar” o Windows 10. O dispositivo é uma espécie de quadro digital que pode funcionar com uma única peça ou reunido com diversas unidades em conjunto.

Na demonstração, a MS exibiu uma tela rotativa de 50 polegadas que foi girada sem qualquer perda para o conteúdo. A imagem no display permaneceu estática e foi possível ver novos setores do conteúdo exibido como se o Surface Hub 2 fosse uma janela sendo movida em uma parede.

Segundo o The Verge, a demonstração da Microsoft também focou na utilização por diversas pessoas de um mesmo dispositivo. O equipamento reconhece o usuário em questão por meio da leitura de impressão digital — o leitor fica na base da tela —     e exibe os documentos recentes conforme cada pessoa faz login.

Por fim, a última novidade apresentada pela companhia de Redmond incluiu a revelação de um novo modelo do aparelho, o Surface Hub 2S. Ele traz um novo hardware, com câmera 4K e tela sem bordas. Esse modelo chega no ano que vem e, em 2020, o dispositivo ganhará uma versão com suporte para a rotação vista na imagem.

A Microsoft não revelou preço nem citou uma janela de lançamento mais específica.